Atacante do River Plate sofre ofensas racistas de narrador argentino

Após marcar gol contra o Gimnasia De La Plata pelo Campeonato Argentino, Teófilo Gutiérrez foi chamado de 'negro de m...'

O Estado de S. Paulo

13 de agosto de 2014 | 10h37

Camisa 9 da seleção colombiana na Copa do Mundo, o atacante Teófilo Gutiérrez foi alvo de ofensas racistas durante empate em 1 a 1 no Campeonato Argentino entre River Plate e Gimnásia De La Plata. No último domingo, o narrador da Rádio Revolución, Alberto Raimundi, ofendeu o jogador durante a transmissão após ele ter marcado o gol que abriu o placar para o time da capital contra os donos da casa.

"Me perdoem os torcedores do River, não tenho nada contra eles, mas para mim é um negro de m...", disse o narrador durante a transmissão. Mesmo após o empate do seu time de coração, Raimundi criticou o colombiano novamente. "Empatamos, mas não ficarei contente porque Teófilo Gutiérrez f... nossa noite".

Após as polêmicas declarações, que geraram revolta no país, o narrador pediu desculpas por meio de seu Twitter e disse não ser racista. "Peço desculpas fundamentalmente a Teo Gutiérrez e a todos aqueles que possam ter se sentido ofendidos. As palavras realmente não expressam o que eu quis dizer. De jeito nenhum eu não sou racista e não tenho problemas com nacionalidade". 

Mesmo assim, o narrador admitiu não gostar de Gutiérrez desde suas passagens por outros clubes argentinos como Racing e o Lanús. "Minha antipatia com esse jogador do River tem a ver com as suas atitudes com os clubes em que jogou, têm muitos jogadores de futebol que causam dano aos clubes em que jogam, e no caso dele está visível".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.