Atacante do São Paulo briga em boate

O atacante Roger - recém-contratado pelo São Paulo junto à Ponte Preta - se envolveu em uma briga numa boate em Campinas na madrugada desta sexta-feira, e foi obrigado a prestar depoimentos numa delegacia até perto das 5 horas. Atual artilheiro do Campeonato Brasileiro com 5 gols, Roger foi acusado de agressão pelo engenheiro Wilson Mattos, de 27 anos, e poderá responder a processo na justiça.Com hematomas no rosto e no tórax, comprovados por exames de corpo de delito, Mattos registrou boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial de Campinas. Ele contou na delegacia que foi agredido pelo jogador, por amigos do atleta e seguranças da casa noturna.O engenheiro, que mora há 10 anos nos Estados Unidos e que veio ao Brasil justamente para comemorar seu aniversário, ocorrido ontem - contou que estava com um grupo na Boate Flor de Liz, no bairro de Botafogo, próximo à região central da cidade. Os problemas começaram por volta das 2h30. Um amigo de Wilson - Bruno Afonso - teria abordado uma moça na mesa ao lado supondo que estava desacompanhada. Ela era, no entanto, a namorada de Roger. Irritado com o assédio, o jogador teria iniciado as agressões."Ele estava descontrolado. Me pareceu totalmente embriagado", contou o Wilton Mattos, irmão de Wilson, e que também se envolveu na briga. De acordo com Wilton, Bruno Afonso não chegou a importunar a moça. "Foi uma abordagem normal. Ele não foi desrespeitoso. Além disso, achava que ela estava sozinha", defendeu. Wilton Mattos disse ainda que os seguranças não apenas não impediram a confusão, como também participaram das agressões. Á tarde, Wilson iria ao 3º DP para fazer o reconhecimento dos seguranças.Roger confirma a briga, mas defende-se dizendo que não foi ele quem começou. O atacante garante que um amigo saiu em sua defesa e que ele apenas tentou separar. Hoje pela manhã Roger treinou normalmente no CT do São Paulo e foi dispensado com o restante do elenco Tricolor até a segunda-feira à tarde.O jogador, de 20 anos, chegou ao São Paulo no final de maio (foi apresentado no dia 26) com uma missão complicada. Substituir o artilheiro Luis Fabiano, que coincidentemente também veio da Ponte Preta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.