Atacante Gabriel chega aos 18 e terá salário milionário no Santos

Clube já havia dobrado o salário do jovem e agora diretoria e seu empresário se reúnem para nova valorização da mais nova joia

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

29 de agosto de 2014 | 21h04

Gabriel completa 18 anos de idade neste sábado e o presente que vai receber do Santos, provavelmente na próxima semana, será um novo contrato com cinco anos de duração e salário de três dígitos, perto do que recebem os jogadores mais bem pagos do clube. As negociações dos pais do atacante e do empresário Wagner Ribeiro com os membros do Comitê de Gestão santista começaram antes da Copa do Mundo e, segundo as partes, caminham bem.

Em uma demonstração de boa vontade, o clube dobrou o salário do garoto em maio passado. Pelo contrato atual, que vai até setembro de 2015, Gabriel ganhava R$ 30 mil mensais e espontaneamente o Santos aumentou para R$ 60 mil. Os representantes do atleta e os dirigentes não falam em valores.

Segundo fonte próxima à Comitê de Gestão, o pedido do jogador está um pouco distante dos R$ 500 mil que Leandro Damião ganha mensalmente, mas Wagner Ribeiro estaria exigindo pagamento de luvas e maior participação do garoto na exploração de sua imagem, além de bônus por objetivos atingidos. Nos contratos de patrocínio de Gabriel celebrados através do marketing do clube, o Santos quer ficar com 70%. Sob o argumento de que ele é um jovem midiático, Ribeiro quer que a fatia dele nos contratos seja de 60%.

Como está suspenso pelo terceiro cartão recebido no clássico contra o São Paulo, Gabriel vai comemorar o aniversário com a família, em Santos. Nesta sexta-feira, ele viajou de Porto Alegre com destino a São Paulo e depois desceu a serra. O time voou à tarde e já está no Rio, onde enfrentará o Botafogo, neste domingo, no estádio do Maracanã.

Sem Gabriel, o técnico Oswaldo de Oliveira deve decidir no treino deste sábado entre Leandro Damião e Rildo quem vai jogar ao lado de Robinho e Thiago Ribeiro. O mais cotado é Damião, que entrou no segundo tempo do jogo contra o Grêmio e teve o desempenho elogiado pelo treinador.

Como de resto, o técnico não tem dúvidas e o Santos deve ir a campo com Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro, Leandro Damião (Rildo) e Robinho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCGabrielbrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.