Atacante Giva festeja os dois primeiros gols como profissional no Santos

Aos 20 anos, destaque da Copinha foi decisivo na vitória de virada sobre o Mirassol, pelo Estadual

Agência Estado,

21 de março de 2013 | 23h21

SANTOS - Revelado das categorias de base do Santos, o atacante Giva, de 20 anos, celebrou nesta quinta-feira, contra o Mirassol, os seus dois primeiros gols como profissional e já se colocou à disposição para pegar o Palmeiras, no clássico deste domingo, no Pacaembu. "Se o professor Muricy (Ramalho) precisar de mim, estou aí para o clássico. Foi uma grande emoção marcar. Espero que sejam os primeiros de muitos gols".

Arouca, um dos melhores do time, ficou preocupado com a pressão que o time levou no final do jogo depois das expulsões de Felipe Anderson e Pato Rodríguez. "Tivemos momentos difíceis, mas o resultado foi o mais importante. Não poderíamos perder pontos em casa", disse o volante.

Para o jogo de domingo contra o Palmeiras, o Santos estará novamente com vários desfalques. Além das convocações de Montillo e Neymar para suas seleções nacionais e da contusão de Marcos Assunção, Felipe Anderson e Pato Rodriguez estão fora. "Os dois times terão desfalques, mas é um clássico mesmo assim. É importante manter a boa sequência", disse o goleiro Rafael, referindo-se às três vitórias consecutivas do Santos no Campeonato Paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaSantos FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.