Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Atacante Guerrero e goleiro Cássio só voltam em 2014

Após a realização de exames médicos, ambos os jogadores devem ficar em tratamento

Fábio Hecico, Agência Estado

22 de outubro de 2013 | 11h33

SÃO PAULO - Em meio a um momento conturbado na temporada e na véspera da decisão de uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil, diante do Grêmio, o técnico Tite recebeu duas péssimas notícias nesta terça-feira. O goleiro Cássio e o atacante Guerrero, lesionados, só voltarão a atuar pelo Corinthians no ano que vem.

O caso de Guerrero é o que inspira mais cuidados. O peruano passará por uma cirurgia nesta quarta-feira, no Hospital São Luiz, em São Paulo, para corrigir uma fratura no quinto metatarso do pé esquerdo. O procedimento será realizado pelo consultor médico do clube, Joaquim Grava, que explicou que a lesão é pequena, mas não foi possível consolidá-la. Segundo Grava, a primeira fase do tratamento foi clínica. Mas, sem o resultado esperado, os médicos optaram pela cirurgia. O prazo de recuperação num caso desses é de 45 a 60 dias, o que fará com que Guerrero só possa voltar a jogar no ano que vem.

Já o problema físico de Cássio é muscular. O goleiro deixou o duelo com o Criciúma, no último sábado, após sentir uma lesão na coxa direita. Após a realização de exames, ficou comprovada uma distensão de grau moderado no local, que o afastará dos gramados por um período de 30 a 40 dias. Cássio ainda pode voltar nas últimas duas rodadas do Campeonato Brasileiro, contra o Internacional, no dia 1.º de dezembro, e Náutico, uma semana depois, mas as chances são remotas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansCássioGuerrero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.