Atacante Maikon Leite reforça Palmeiras, mas só jogará em junho

Jogador assina pré-contrato para defender a equipe do Palestra Itália pelos próximos cinco anos

Agência Estado

09 de janeiro de 2011 | 20h08

O Palmeiras anunciou que o atacante Maikon Leite é o primeiro reforço do clube para a temporada de 2011. O jogador assinou, na tarde deste domingo, um pré-contrato para defender o time por cinco anos. O clube, porém, informou que o atleta só estará disponível para vestir a camisa palmeirense a partir de junho.

Depois de disputar com destaque o último Campeonato Brasileiro pelo Atlético-PR, Maikon Leite retornou ao Santos, clube com o qual ele tem contrato até junho. Antes, ele atuou por oito meses na equipe de Curitiba, por empréstimo, e conseguiu voltar a apresentar um bom futebol depois de viver um início de temporada ruim com a camisa santista.

Curiosamente, Maikon Leite foi anunciado como reforço justamente no dia em que o clube anunciou oficialmente que desistiu da contratação de Ronaldinho Gaúcho, que deve acertar os últimos detalhes de sua transferência do Milan para o Flamengo nos próximos dias.

O anúncio da contratação do jovem atacante, de 22 anos, serve para aplacar um pouco a insatisfação dos torcedores palmeirenses, já que o time, além de perder a disputa para levar Ronaldinho, era o único clube grande de São Paulo que ainda não havia anunciado a vinda de um reforço para 2011. Todos os times grandes do Rio também já anunciaram a chegada de novos jogadores, fato que vinha aumentando a pressão sobre os dirigentes do Palestra Itália por parte da torcida alviverde.

Para o Palmeiras, se a contratação de Maikon Leite não servirá para ajudar a resolver os problemas do ataque da equipe no primeiro semestre do ano, por outro lado fará o time trazer um jogador sem a necessidade do pagamento de uma multa rescisória. Isso pelo fato de que a lei permite que os atletas assinem pré-contratos com outras equipes a partir do momento em que faltarem seis meses para o fim dos compromissos vigentes com seus atuais clubes.

Depois de defender o Santos no primeiro semestre, Maikon Leite tentará encaminhar, no Palmeiras, uma carreira de sucesso depois de ter o seu percurso no futebol atrapalhado por duas lesões graves. Primeiro, em 2008, ele rompeu todos os ligamentos do joelho direito em um jogo contra o Flamengo. De tão rara e séria, a lesão chegou a deixar o jogador ameaçado de abandonar o futebol. E, em junho de 2009, o atacante sofreu nova lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito, fato que voltou a colocar em xeque o sucesso de sua carreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.