Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Ataíde diz que São Paulo 'levou um baile' em pior derrota do ano

Dirigente admite que derrota foi pior que no clássico na Libertadores

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

26 Março 2015 | 19h05

O dia seguinte à derrota por 3 a 0 para o Palmeiras foi triste e de muitas conversas no São Paulo. O clima de luto levou até mesmo ao vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, admitir que a atuação ruim no Allianz Parque fez o jogo pelo Campeonato Paulista causar uma dor ainda maior do que os 2 a 0 sofridos diante do Corinthians, fora de casa, em fevereiro, pela estreia da Copa Libertadores.

Durante mais de uma hora o dirigente ficou reunido com a comissão técnica do São Paulo para discutir o que é preciso ser feito para fazer a equipe reagir. "Talvez tenha sido a pior derrota que a gente teve, até mesmo pior do que para o Corinthians. Temos um saldo favorável contra o Palmeiras, mas ontem (quarta-feira) levamos um baile e isso nos entristeceu muito", disse Ataíde, que contou não ter conseguido dormir depois da derrota.

Em quatro clássicos no ano o São Paulo não ganhou e nem sequer marcou gols. Mais do que os resultados, as atuações irregulares têm deixado a diretoria e o técnico Muricy Ramalho para a sequência da temporada. "A nossa melhor partida do ano foi contra o San Lorenzo, mas termos de combatividade apenas", comentou o dirigente, que com otimismo, aposta que a permanência de Muricy Ramalho é a chave para a equipe voltar a vencer. "Ele é um excelente profissional e em curto prazo vai encontrar o caminho da vitórias. Nosso elenco é muito bom e a torcida por enquanto tem razão ao atacar eu, como dirigente, e ao técnico".

Mesmo com o vexame o São Paulo é líder do grupo no Campeonato Paulista e ocupa a segunda posição da chave na Copa Libertadores. A próxima partida será no domingo, contra o Linense, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista, mas a partida mais importante e decisiva nos dias seguintes é diante do San Lorenzo. Na quarta-feira da próxima semana o Tricolor encara o atual campeão continental fora de casa.

Mais conteúdo sobre:
futebol São Paulo FC Paulistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.