Antonio Calanni/AP Photo
Antonio Calanni/AP Photo

Atalanta goleia Valencia na Liga dos Campeões e abre vantagem na briga por vaga nas quartas

Italianos derrotaram a equipe espanhola por 4 a 1, em Milão, e ficaram em situação confortável na disputa pela classificação para às quartas de final

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2020 | 19h11

O Atalanta deu um passo importante para se garantir nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Nesta quarta-feira, no San Siro, em Milão, o time de Bérgamo goleou o Valencia por 4 a 1, e pode perder até por dois gols de diferença na Espanha, no dia 10 de março, para avançar. Os espanhóis terão de vencer por 3 a 0.

O primeiro tempo foi excelente. A Atalanta começou pressionando e só mudou de postura após abrir o placar, aos 15 minutos. Papu Gómez fez ótima jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro. Hateboer antecipou Gayá e marcou. Antes disso, Jaume Domènech já havia evitado o gol em uma finalização de Pasalic, que recebeu de Ilicic, livre diante do goleiro.

A equipe italiana diminuiu o ritmo e viu o time espanhol crescer no jogo. O Valencia teve duas boas chances para empatar. Ferrán Torres recebeu passe na área pela direita em uma cobrança rápida de falta e chutou na trave. Pouco depois, Gonçalo Guedes foi lançado por Gayá e chutou cruzado, para fora.

A Atalanta se assustou e decidiu que era o momento de voltar ao ataque. E bastou pressionar um pouco para marcar o segundo. Aos 41 minutos, Ilicic, mesmo cercado por três marcadores, acertou um belo chute de pé direito. A bola foi no ângulo de Jaume Domènech. Detalhe: o esloveno é canhoto.

A etapa final começou como terminou o primeiro tempo. A Atalanta pressionando na saída de bola. E o terceiro gol saiu em uma roubada de Papu Gómez, aos 12 minutos. O suíço Freuler recebeu do argentino e acertou um chute colocado, outra vez no ângulo de Jaume Domènech.

Ferrán Torres perdeu chance incrível para diminuir aos 15 e, dois minutos depois, o Valencia levou o quarto. Pasalic lançou Hateboer, que avançou e finalizou para marcar o seu segundo na partida. O árbitro de vídeo ainda checou o lance por causa de um possível impedimento de Ilicic, mas o gol foi validado.

O time espanhol não tinha alternativa. Era necessário atacar para diminuir o tamanho da desvantagem para o jogo de volta na Espanha. O gol como visitante é um dos critérios de desempate. E ele saiu aos 21 minutos. Cheryshev, que havia entrado entrar no lugar de Gonçalo Guedes, marcou no primeiro toque na bola.

O Valencia ainda criou outras oportunidades e também sofreu com o contra-ataque do Atalanta. Neste cenário, nenhum dos dois lados marcou.

Tudo o que sabemos sobre:
Liga dos Campeões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.