Ataque da Ponte Preta preocupa Benazzi para sexta-feira

Dona do nono melhor ataque do Campeonato Brasileiro da Série B, com 46 gols, a Ponte Preta tem encontrado dificuldade para definir seus atacantes titulares nas últimas partidas. Contra o Vila Nova, nesta sexta-feira, em Goiânia, não será diferente.O técnico Vágner Benazzi confirmou que irá realizar mudanças, mas já adiantou que Neto Baiano, autor do gol salvador no empate contra o Fortaleza, está garantido. A dúvida fica em relação a seu companheiro de ataque. Danilo Neco, Marcelo Soares e Moraes. A tendência é que Neco, que entrou bem contra os cearenses, dando mais mobilidade ao setor ofensivo, seja o escolhido.Titular absoluto durante quase toda a campanha, Luis Ricardo corre por fora. Contra o Fortaleza, inclusive, o jogador sequer foi relacionado para o banco de reservas. A delegação viajou para Itu na última segunda-feira, a fim de fugir da turbulência e de possíveis protestos da torcida, e permanece na cidade até quinta, quando viaja para Goiânia.Para o confronto de sexta, Benazzi poderá contar com os retornos do zagueiro Gum, do volante Deda e do meia Renato, que cumpriram suspensão no último sábado. Os três têm a titularidade praticamente garantida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.