Ataque empacado complica a vida do São Paulo no Brasileiro

Time só faz três gols nos últimos quatro jogos e vê desempenho do setor ofensivo ser superado pelo Palmeiras

Robson Morelli, Jornal da Tarde

22 de setembro de 2008 | 17h21

Nas últimas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro, o São Paulo fez apenas três gols. Viu o Palmeiras, com 5 gols no mesmo período, roubar-lhe a marca de ataque mais positivo da competição: 43 contra 41 gols marcados. Veja também: Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Borges deve voltar aos treinos no São Paulo na terça O ataque são-paulino ainda é o quinto melhor do Nacional - empatado com Grêmio e Flamengo. Poderia estar em posição ainda pior se não fossem algumas goleadas aplicadas no começo da temporada, duas delas quando o técnico Muricy Ramalho teve a semana cheia para trabalhar, como nesta às vésperas da partida diante do Cruzeiro. Em junho, o São Paulo fez 9 gols em dois jogos: bateu o Atlético-MG por 5 a 1 e o Flamengo por 4 a 2. "Temos de aproveitar bem a semana cheia de trabalho", diz Muricy. "Não vamos desistir." O Cruzeiro é rival direto pelo título e por vaga na Libertadores de 2009. Em outras quatro partidas (contra Vitória, Portuguesa, Vasco e Atlético-PR), o time de Muricy marcou mais 13 gols. Para Rogério Ceni, a falta de centroavantes tem sido um dos problemas na equipe nesse momento. O goleiro reclamou disso após o empate sem gols com o Sport. Uma nova derrapada esfria as pretensões do time no Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCBrasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.