Ataque preocupa Ponte Preta para partida contra o Sport

O único treinamento coletivo antes da partida contra o Sport, nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi preocupante para o treinador da Ponte Preta, Gilson Kleina. Ele pode perder até dois atacantes para a partida que pode significar a reabilitação para o time que vem de duas derrotas seguidas - para Náutico e Fluminense. Estes tropeços a derrubaram para a nona posição, com 15 pontos.

AE, Agência Estado

25 de julho de 2012 | 06h12

Roger, vice-artilheiro do Brasileirão, com seis gols, treinou apenas 20 minutos por conta de um desconforto muscular e virou dúvida. Ele foi substituído no coletivo por Rildo, que logo no primeiro lance caiu de mau jeito e deslocou o ombro. Eles passaram por tratamento durante todo o dia e só terão a presença confirmada minutos antes do confronto.

"Se não houver nada de anormal, o Roger joga, mas estamos atentos a tudo. Fomos bem contra o Figueirense sem um jogador de área com o Caio vindo de trás, improvisado no ataque. Contra o Palmeiras também com o Nikão mais adiantado. Temos alternativas", lembrou Gilson Kleina.

O time também terá mudanças no sistema defensivo. De volta depois de cumprir suspensão automática, Tiago Alves assume a vaga de Gustavo ao lado de Ferron. Ainda na defesa, Gerônimo entra no lugar do lateral-direito Cicinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.