Até clube amador questiona Edílson

Até os jogos de futebol amador apitados pelo ex-árbitro Edílson Pereira de Carvalho, réu confesso no escândalo da arbitragem, estão sendo contestados. O São Lourenço, um clube amador da cidade de Bragança Paulista, diante 80 quilômetros de São Paulo, quer anular a final do torneio da cidade, disputada contra o Santa Luzia. O presidente do São Lourenço, Edmir José Pedroso, avisou que vai entrar com um recurso na Federação Paulista de Futebol (FPF), pedindo a anulação do jogo apitado por Edílson e a divisão do título. Há algum tempo, a Liga Bragantina de Futebol tem contratado árbitros de fama nacional para apitar as finais das suas competições amadoras. No último dia 9 de julho, Edílson Pereira de Carvalho apitou aprimeira partida da decisão do Campeonato Amador da primeira divisão local, na qual o Santa Luzia venceu o São Lourenço por 3 a 2. Naquela partida, o lateral-esquerdo Biro-Biro, campeão paulista em1990 pelo Bragantino, recebeu cartão vermelho logo aos 8 minutos. Depois, já nos acréscimos do primeiro tempo, Edílson marcou um pênalti a favor do Santa Luzia quando o jogo estava empatado em 2 a 2. O pênalti foi convertido e a partida acabou 3 a 2. O jogo da volta dessa final, apitado pelo Cléber Wellington Abade,foi vencida por 2 a 0 pelo São Lourenço. Assim, somando-se os resultados, houve empate em pontos. Por isso, aconteceu uma prorrogação, que terminou empatada sem gols. Na decisão por pênaltis, o Santa Luzia venceu por 4 a 3 e conquistou o bicampeonato amador da cidade.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2005 | 19h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.