Até Luxemburgo reconhece ´futebol feio´ do Santos

Até Vanderlei Luxemburgo reconheceu que o Santos não jogou bem na vitória por 1 a 0 contra o Defensor Sporting, do Uruguai, na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro. O pior só não aconteceu graças ao diferenciado Zé Roberto, que além de fazer o gol da vitória, no começo do segundo tempo, compensou a fraca atuação da maioria dos companheiros, mostrando bom futebol.Destaque do jogo, o volante repetiu declarações anteriores, dizendo que mais importante do que seu gol foi a vitória do Santos e fez uma comparação curiosa. "O jogo contra o Defensor foi mais difícil do que aquele em que nós perdemos do São Bento", disse, referindo-se à única derrota da equipe no ano, pelo Paulista.O zagueiro Adaílton, no entanto, saiu de campo frustrado com o fraco desempenho do time. "Eles vieram fechados, marcaram bem no meio e dificultaram nossas ações. Mas, vamos ter que apresentar mais nos próximos jogos, porque, com certeza, seremos mais exigidos."Embora alguns jogadores tenham confessado que foram surpreendidos com a forte marcação e a velocidade do Defensor, para justificar a apatia santista, principalmente no primeiro tempo, Luxemburgo não concorda. "Todos sabiam que o que iriam ter pela frente. O que houve foi um equívoco na colocação em campo de Cleber Santana e Zé Roberto, que deveriam atuar mais pelas pontas e, ao contrário, procuraram entrar pelo meio, facilitando a marcação adversária."Pedro está de saídaDepois do jogo, Luxemburgo confirmou que Pedro dificilmente voltará a jogar pelo Santos. O lateral tem duas propostas internacionais e se nega a cumprir a palavra, prorrogando o contrato, que termina em maio, até dezembro. Na partida desta quinta, o jogador não ficou nem na reserva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.