Athirson troca Cruzeiro pelo Bayer

Se já não bastasse a ressaca pela eliminação na Copa do Brasil, diante do Paulista, no Mineirão, a torcida do Cruzeiro recebeu uma má notícia nesta quinta-feira. A diretoria celeste acertou a liberação para o Bayer Leverkusen do lateral-esquerdo Athirson, um deseus principais titulares desta temporada. O acordo que viabilizará a transferência do atleta brasileiro para o clube alemão foi firmado durante uma reunião realizada na Toca da Raposa II, da qual participaram o ex-atacante Rudi Voeller - dirigente do Bayer Leverkusen -, o presidente do clube mineiro, Alvimar de Oliveira Costa, e o próprio Athirson. A diretoria celeste aceitou liberar o lateral e o clube alemão se comprometeu a pagar o valor da multa contratual, fixada em US$ 1 milhão. Athirson tinha contrato com o Cruzeiro até o final do ano. O jogador não treinou nesta quinta e seu procurador, o ex-atacante Bebeto, deverá comparecer nesta sexta a Belo Horizonte para acertar os últimos detalhes da transferência. Com a abertura do mercado europeu, outros atletas celestes poderão deixar o clube. É o caso do volante chileno Maldonado e do atacante Fred. Questionado a respeito, Alvimar disse que espera que os dois permaneçam na Toca da Raposa, mas admitiu a possibilidade deles serem negociados. "A partir do momento em que o mercado brasileiro é completamente incompatível com o europeu, você está sujeito a perder jogadores", destacou o dirigente. "Espero que o Athirson seja o primeiro e o último a sair esse ano, mas a nossa realidade não é essa. Então, realmente, pode acontecer uma saída do Maldonado num futuro próximo e pode acontecer a saída do Fred". Athirson não deu entrevistas e viajou nesta quinta para o Rio de Janeiro. Ele foi informado que seu carro havia sido tomado por assaltantes na cidade. O jogador disputou 27 jogos pelo Cruzeiro e marcou cinco gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.