Albari Rosa / AFP
Albari Rosa / AFP

Athletico-PR goleia o Caracas e avança às oitavas da Libertadores em 2º do grupo

Comandados de Luiz Felipe Scolari ficaram a um gol de saldo de ficar com a liderança da Chave B

Redação, Estadão Conteúdo

26 de maio de 2022 | 21h31

O Athletico-PR é mais um clube brasileiro a garantir vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores. Na noite desta quinta-feira, na Arena da Baixada, o time paranaense derrotou o Caracas por 5 a 1, pela última rodada. Destaques para o atacante Pablo e para o volante Christian, autor de dois gols cada.

Com o resultado, o Athletico-PR terminou na segunda posição do Grupo B, com os mesmos dez pontos do Libertad, do Paraguai, que levou a melhor no saldo de gols: 2 a 1. The Strongest e Caracas ficaram com seis, mas o time boliviano garantiu vaga na Copa Sul-Americana. Os confrontos das oitavas de final serão definidos nesta sexta-feira, em sorteio a ser realizado pela Conmebol.

Sob o comando de Felipão, o Athletico cresceu e chegou motivado por ter vencido os dois últimos jogos que disputou. O treinador também abraçou o atacante Pablo, que vinha em má fase. O atacante brilhou na noite desta quinta-feira e abriu o caminho da classificação do clube paranaense aos 18 minutos. Ele deu uma caneta no adversário e, de fora da área, fez 1 a 0.

A sorte estava do lado do atacante. Aos 21, Terans chutou, a bola desviou nas costas de Pablo e entrou no gol. O gol deu ainda mais moral para o Athletico, que empurrou o Caracas para a defesa e envolveu o adversário com a posse de bola.

Antes da ida ao intervalo, o time brasileiro marcou o terceiro. Abner avançou pela esquerda em liberdade e cruzou rasteiro para Christian. O volante pegou de primeira para fazer 3 a 0 e deixar o clube em uma situação ainda mais confortável.

No segundo tempo, o Athletico se acomodou em campo e deu espaço para o Caracas, que enfim aproveitou. Aos 12 minutos, Torres cobrou falta na cabeça de Rivero, que diminuiu. O zagueiro, no entanto, não comemorou, pois caiu com dores após choque com o goleiro Bento. Ele se levantou, após atendimento médico, e voltou para o jogo.

Mas, a ambição do Caracas não durou muito. O Athletico acordou para a partida e fez o quarto em uma bela jogada de Christian, que acertou um chute rasteiro para fazer 4 a 1. A classificação foi selada com Pedro Rocha, aos 29 minutos. Ele recebeu de Pablo e tocou na saída do goleiro Baroja.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO-PR 5 X 1 CARACAS

ATHLETICO-PR - Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nicolás Hernández e Abner Vinícius; Hugo Moura (Erick) , Christian (Matheus Fernandes) e Terans (Marlos/Vitor Bueno); Canobbio (Pedro Rocha), Pablo e Cuello. Técnico: Felipão.

CARACAS - Baroja; Notaroberto, Rivero, Osio e Rivillo; Vicente Rodríguez (Molina), Carlos Suárez, Jean Torres (Luis González), Zambrano (Albizo) e Bonsu Osei; Enmanuel Moreno. Técnico: Francesco Stifano.

GOLS - Pablo, aos 18 e aos 21, e Christian, aos 45 minutos do primeiro tempo; Rivero, aos 12, Christian, aos 25, e Pedro Rocha, aos 29 do segundo.

ÁRBITRO - Nicolás Lamolina (ARG).

CARTÕES AMARELOS - Carlos Suárez (Caracas).

RENDA - R$ 341.190,00.

PÚBLICO - 22.383 pagantes.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.