Milguel Locatelli/Atlético-PR
Milguel Locatelli/Atlético-PR

Athletico-PR tem retorno de Camacho contra o CSA e busca ampliar invencibilidade

Volante entra no lugar do suspenso Wellington; clube também tem dúvidas na lateral esquerda e no ataque

Redação, Estadão Conteúdo

03 de novembro de 2019 | 13h34

Sem perder há quatro jogos no Campeonato Brasileiro, o Athletico Paranaense recebe o CSA neste domingo, às 18 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 30.ª rodada. A principal novidade vai ser a volta do volante Camacho, que retorna ao time depois de cumprir suspensão por doping.

Para o técnico Tiago Nunes, a entrada ou saída de algum jogador tem cada vez menos peso na produção do time. "Nós, como equipe, estamos construindo uma identidade não só técnica e tática, mas também comportamental. O time, hoje, é capaz de jogar em qualquer cenário, buscando ter a naturalidade que tem quando joga na sua casa", disse.

Na oitava colocação com 43 pontos, o Athletico-PR tentará emendar o quinto jogo sem derrota pelo Brasileirão. São duas vitórias e dois empates, o último por 1 a 1 diante do Internacional, quinta-feira, no Beira-Rio.

Camacho vestirá a camisa de titular pela primeira vez desde que foi pego no doping e punido pela Conmebol com suspensão de seis meses. Ele substituirá o suspenso Wellington. A volta dele aos gramados aconteceu há duas rodadas, quando entrou também na vaga de Wellington na vitória, por 4 a 1, sobre o Goiás. Na quinta-feira, no empate em Porto Alegre (RS)ele substituiu Bruno Nazário no segundo tempo. "É importante retornar aos poucos. Foi um peso que saiu das costas. Agora é só dar sequência que coisas boas irão vir", disse Camacho.

Por erro do próprio clube, o jogador foi pego no exame antidoping por ter tomado uma suplementação que continha Higenamina, substância proibida pela Agência Mundial Antidoping.

O lateral-esquerdo Adriano sofreu lesão e poderá ficar fora. Neste caso, Márcio Azevedo seria o titular. No ataque, Nikão e Marcelo Cirino brigam pela vaga ao lado de Rony e Marco Ruben.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.