Miguel Locatelli/Futebol
Miguel Locatelli/Futebol

Athletico-PR treina no Corinthians e viaja desfalcado para jogo com o Tolima

O time não terá na Colômbia, na terça-feira, pela Libertadores, o lateral Jonathan e o meia Lucho González

Redação, Estadão Conteúdo

03 de março de 2019 | 12h54

O Athletico-PR está quase pronto para o seu jogo de estreia na Copa Libertadores. Neste domingo, o elenco realizou o último treinamento em solo brasileiro, no CT do Corinthians, antes de seguir viagem para a Colômbia, onde vai enfrentar o Tolima, terça-feira, pela primeira rodada do Grupo G da Copa Libertadores.

O técnico Tiago Nunes terá dois desfalques para o compromisso. O lateral-direito Jonathan, em fase final de transição, e o meia Lucho González, que realiza preparação específica para a temporada, não foram incluídos na lista de 23 jogadores relacionados para o confronto em Ibagué.

A ausência de Jonathan abre espaço para a escalação de Madson na lateral direita do Athletico-PR contra o Tolima. Mas o treinador tem dúvidas para escalar o meio-campo, com Camacho e Wellington disputando uma vaga de volante e Léo Cittadini e Tomás Andrade na briga pela função de armador. Além disso, ele deverá optar entre Marcelo e Rony para compor o ataque do Athletico-PR ao lado de Marco Ruben e Nikão.

O time assegurou a sua vaga na Libertadores após faturar o título da Copa Sul-Americana de 2018. E terá o Boca Juniors e o Jorge Wilstermann como outros rivais na fase de grupos. "Fomos campeões da Sul-Americana e existe uma atenção maior em relação a nossa equipe. Todos sabem que temos grandes jogadores, com qualidade", afirmou o lateral-esquerdo Renan Lodi.

O voo com os jogadores do Athletico-PR de São Paulo até Bogotá tem previsão de chegada às 19 horas (de Brasília) deste domingo. De lá, o time viaja por 200 quilômetros em um ônibus para Ibagué. O time fará um trabalho de reconhecimento do gramado do Estádio Manuel Murillo Toro na segunda-feira, quando também vai treinar.

Terça-feira, às 21h30, o Athletico-PR deve enfrentar o Tolima com a seguinte formação: Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho (Wellington), Bruno Guimarães e Léo Cittadini (Tomás Andrade); Marcelo (Rony), Marco Ruben e Nikão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.