Atleta do Guarani deve ir para Escócia

Destaque do Guarani no início desta temporada, o zagueiro Paulo André está de malas prontas para a Escócia. Ele deve defender, a partir de julho, o Glasgow Rangers, que pretende pagar R$ 5 milhões pela sua contratação. Mas o clube de Campinas só tem direito a 20% desse valor.A negociação só não foi fechada ainda porque o jogador de 21 anos está em litígio com seu atual procurador, Luiz Taveira. Mas foi ele quem conseguiu, em dezembro, reduzir o tempo de duração do contrato com o Guarani, que terminaria em 2008 e agora só vai até dezembro de 2005.A redução foi conseguida após um vacilo da diretoria do Guarani, que não recolheu o Fundo de Garantia e nem quitou débitos referentes a uma cirurgia no púbis, realizada ano passada e paga - em torno de R$ 10 mil - pelo próprio jogador. Uma ação na Justiça do Trabalho só foi retirada após o acordo e com Taveira recebendo parte do passe para cobrir os R$ 200 mil que teria direito a receber no clube.Por enquanto, Paulo André continua treinando com o elenco do Guarani, que foi na manhã desta terça-feira para a estância hidromineral de Serra Negra. A delegação retorna na noite de quinta para Campinas, quando finalizará os trabalhos para o jogo contra o Atlético Sorocaba, domingo, no Brinco de Ouro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.