Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Atletas corintianos respiram aliviados

O Corinthians conseguiu sua segunda vitória seguida e o sorriso no rosto dos atletas mostrou que a equipe terá mais tranqüilidade para trabalhar nesta semana, antes da partida contra o Paysandu, na quinta-feira, em São Paulo. Para o técnico Márcio Bitencourt, o time respondeu bem dentro de campo para as mudanças feitas na segunda etapa. "Adiantei um pouco mais a equipe, pedi para tocarem mais a bola, mesmo em um campo que não estava muito bom". Toque de bola que faltou para o meia Carlos Alberto. Substituído por Dinélson, o atleta pode ganhar mais uma chance entre os titulares, mas vai perdendo espaço. "O Carlos Alberto trabalhou bem . É preciso ter tranqüilidade e trabalhar nesta semana, mas ainda é cedo para falar nisso", disse, sem, no entanto, adiantar o nome do jogador que dará lugar para o titular Roger, que volta no próximo jogo. Sobre a possibilidade de perder seu lugar para o técnico Leão, Márcio disse estar tranqüilo. "Isso é uma coisa que a diretoria resolve". O diretor Andrés Sanches foi categórico ao confirmar o nome de Márcio. "A imprensa, todo mundo faz um carnaval em cima do nome de um técnico. O Márcio é o nosso treinador e todos devem dever dar o apoio a ele", afirmou. Um dos mais festejados, o atacante Dinélson agradeceu a chance recebida e mostrou que tem faro de gol. "Graças a Deus marquei o gol, pois para ser titular tem quer marcar como estava acostumado, precisava entrar e tentar fazer um gol. Tive a oportunidade, pois trabalhei bastante para isso. Conseguimos ganhar e isso dá mais tranqüilidade para a equipe poder trabalhar e chegar na quinta-feira, na frente do Paysandu, chegar à terceira vitória". O goleiro Fábio Costa, que tinha más lembranças do estádio Willie Davis, quando sua equipe perdeu por 3 a 0 para o Cianorte e ele foi muito criticado, disse que o importante foram os três pontos."Normal, acho que nas adversidades a gente cresce. O Corinthians mostrou que afastou seus fantasmas, não fez uma grande partida, mas conseguiu um bom resultado", disse. O goleiro afirmou que o time não rendeu tudo o que pode, mas venceu o seu concorrente direto na tabela."Tomamos dois gols em duas bolas que poderíamos ter matado a jogada, mas acho que neste momento vale a conquista dos três pontos, em campeonato de pontos corridos, vale a vitória e o importante é que jogamos o suficiente para ganhar". Autor do primeiro gol corintiano, o zagueiro Marinho disse que a bola ultrapassou a linha do gol e ficou feliz com a vitória. "O gol foi muito importante, em um momento difícil da partida. Tive a impressão da bola ter entrado". O técnico do Paraná, Lori Sandri, lamentou a derrota, mas disse estar satisfeito com a equipe. "Duas coisas foram fundamentais para a derrota, a bola na trave do Tiago Neves e a expulsão do Aderaldo. Infelizmente não conseguimos um resultado melhor, mas mostramos que estamos no caminho certo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.