Atletas da base ganham chance no time do Atlético-PR

Depois de promover o goleiro Neto ao time profissional do Atlético Paranaense, o técnico Geninho deu chance ao zagueiro Manoel e aos atacantes Marcelo e Patrick, das categorias de base. Nesta quarta-feira, eles treinaram com o grupo principal do time.

AE, Agencia Estado

13 de maio de 2009 | 19h04

O treinador, porém, não garantiu a permanências dos atletas da equipe profissional. "É aquilo que tínhamos planejado. Subindo os garotos de maneira gradual, fazendo com que eles peguem experiência e isso está acontecendo. Se houver a necessidade e demonstrarem qualidade, jogarão assim como estão jogando os outros meninos", explicou.

Em busca das vagas abertas pelas saídas dos atacantes Lima, Julio César e Jorge Preá, Patrick quer aproveitar a chance e se manter no time. "É uma oportunidade muito grande. Acho que tenho boas chances de ficar no grupo. Quero ajudar, e se tiver uma oportunidade de entrar, darei o meu melhor", declarou o atacante.

Já Marcelo, de apenas 17 anos, quer mostrar que a pouca idade não o impedirá de brigar por uma vaga no time. "Óbvio que sinto um pouco pela diferença de idade. No profissional o nível é melhor e tem mais força. Mas acho que com o tempo me acostumo".

O zagueiro Manoel, por sua vez, já é conhecido da torcida. "A torcida sempre fala de mim e isso é muito gratificante. Hoje estou tendo essa oportunidade de estar no profissional e espero corresponder".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.