Atletas de Mali lamentam eliminação na Copa Africana

Os jogadores da seleção de Mali não esconderam a insatisfação após verem sua equipe eliminada da Copa Africana de Nações, nesta segunda-feira. Mesmo com vitória por 3 a 1 sobre Malavi, os malineses ficaram fora das quartas de final do torneio nos critérios de desempate - Angola e Argélia avançaram no Grupo A.

AE-AP, Agencia Estado

18 de janeiro de 2010 | 17h41

"É realmente decepcionante. Eles mudaram as regras neste ano e nós estamos foram mesmo com saldo de gols melhor que o da Argélia", reclamou o atacante Mamadou Bagayoko.

A partir desta edição da Copa Africana de Nações, o primeiro critério de desempate passou a ser o confronto direto, e não mais o saldo de gols. Assim, a Argélia pôde avançar mesmo com tes gols sofridos e apenas um gol marcado - justamente no 1 a 0 sobre Mali - enquanto os malineses marcaram sete vezes e sofreram seis gols.

Jogando com o regulamento a seu lado, os argelinos fizeram partida pouco movimentado com Angola, já que as duas seleções iriam adiante com um 0 a 0 combinado à vitória de Mali sobre Malavi.

O atacante Frederic Kanouté, um dos astros da seleção malinesa, preferiu não acusar argelinos e angolanos de manipularem o resultado. Mas também mostrou abatimento com o desfecho da participação de seu país na Copa Africana.

"Só poderei tirar minhas conclusões mais tarde. Gostaríamos de ter ido o mais longe possível na competição. O mais importante é que fizemos o melhor que poderíamos, e agora resta-nos apenas aceitar o que aconteceu", afirmou o artilheiro do Sevilla.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.