Atletas do Corinthians brigam na noite

Dois jogadores do Corinthians se envolveram numa briga na madrugada desta segunda-feira, numa boate em São Paulo. O lateral-esquerdo Fininho foi acusado de agredir um torcedor corintiano na Danceteria ?Lov.e?, localizada na Rua Pequetita, em Vila Olímpia, zona sul da capital, e o zagueiro Marquinhos acabou na delegacia, onde prestou depoimento sobre o ocorrido no 15º Distrito Policial, no Itaim Bibi.O torcedor Jéferson Tiago de Souza, de 23 anos, acusa Fininho de tê-lo agredido durante uma discussão em frente à boate. O caso aconteceu por volta das 5 horas desta segunda-feira e o rapaz foi levado para a delegacia com ferimentos no nariz, no olho e no braço.Marquinhos prestou depoimento no 15º Distrito Policial, mas afirmou que apenas ajudou a separar uma briga, não confirmando se Fininho estaria envolvido nessa confusão. Fininho, por sua vez, não compareceu à delegacia. E o torcedor Jéferson Tiago de Souza confirmou em seu depoimento que, de fato, Marquinhos ajudou a apartar a briga. No entanto, assegurou que outros quatro rapazes ajudaram Fininho a agredí-lo.Os dois jogadores não participaram da vitória do Corinthians sobre o Figueirense, domingo à tarde, no Pacaembu. Recentemente, Fininho chegou a ser afastado do elenco corintiano por fazer gestos obscenos aos torcedores no estádio - mas ele já foi reintegrado e trabalha normalmente no clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.