Atletas do Olimpia falam em 'sonho realizado' com final

O Olimpia chegou à sétima final de Libertadores de sua história mesmo com a derrota por 1 a 0 diante do Independiente Santa Fe, na última quarta-feira, em Bogotá. Ao fim da partida, os jogadores não esconderam a emoção pela classificação e admitiram que não esperavam ir tão longe na competição.

AE, Agência Estado

10 de julho de 2013 | 09h33

"Não esperava chegar até aqui. Sempre sonhei. Chegar à final é algo inesquecível", declarou o meio-campista Alejandro Silva. "Entramos pela janela no torneio, ninguém confiava em nós e agora estamos na final. Agora é ver a partida entre Newell''s e Atlético-MG e esperar a final", completou o atacante Fredy Bareiro.

Para chegar à decisão, o Olimpia precisou ter os nervos no lugar na dramática partida da última terça-feira, na qual foi bombardeado pelo ataque do Independiente, que só não conseguiu o segundo gol graças à falta de pontaria de seus atacantes e à grande atuação do goleiro Martín Silva. Agora, o time paraguaio espera quem passar de Newell''s e Atlético-MG, que se enfrentam nesta quarta em Belo Horizonte - o time argentino venceu a primeira partida por 2 a 0.

"Sofremos muitíssimo com o gol deles, foi extraordinária a atuação do Martín Silva, tivemos contra-ataques que não aproveitamos e agora estamos na final da América", disse Bareiro, que garantiu não ter preferência por adversário. "Se chegaram até essa fase não foi por acaso. Já conhecemos o Newell''s e o Atlético-MG é uma equipe cheia de estrela, são ambos de primeiro nível."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLibertadoresOlimpia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.