Atletas do São Paulo comemoram volta de Júnior César

O técnico Muricy Ramalho fez um trabalho de 40 minutos com os portões fechados nesta terça-feira, no CT da Barra Funda, não revelou o time do São Paulo que colocará em campo contra o Noroeste, na quarta-feira, em Bauru. A única certeza é que o lateral-esquerdo Júnior César volta à equipe após cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo.

AE, Agencia Estado

24 de março de 2009 | 20h46

O retorno é muito comemorado por todos no São Paulo. A fase do ex-jogador do Fluminense é boa, e o futebol de Jorge Wagner cresceu quando ele foi deslocado para o meio. Prova disso é que, no último domingo, no empate com o Paulista por 1 a 1, em Jundiaí, o São Paulo sofreu com Hugo no lugar de Júnior César.

Um dos mais prejudicados foi o atacante Washington. Ele saiu do gramado reclamando que não recebeu tantas bolas quanto queria. Em uma rápida interpretação, faltou alguém fazer jogadas de linha de fundo e cruzar para ele na área. "Fez falta", resumiu o camisa 9 sobre o lateral, que jogou com ele no Fluminense no ano passado. "Ele é um jogador agudo, de muita velocidade, que chega com força ao fundo." E elogiou o momento do companheiro. "Ele está muito bem. E temos de aproveitar."

Em relação ao restante do time, Muricy não quis revelar nem mesmo qual esquema irá utilizar em Bauru. "Treinei duas formações hoje [terça-feira] e vou escolher qual a melhor?, disse, referindo-se ao trabalho que fez com os jornalistas do lado de fora do CT da Barra Funda. Nem mesmo confirmou se o volante Zé Luis e o zagueiro André Dias, que treinaram normalmente com o restante do elenco, voltam à equipe depois de se recuperarem de contusão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.