Atletas flamenguistas pedem reforços para o ataque

Com a saída de Adriano para a Roma e a possibilidade de Vagner Love retornar para o CSKA de Moscou, os jogadores flamenguistas começam a demonstrar uma certa preocupação com o ataque do time para o restante do Campeonato Brasileiro, que está paralisado devido à realização da Copa do Mundo da África do Sul.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2010 | 18h13

O zagueiro Ronaldo Angelim afirmou que confia no trabalho dos dirigentes do clube carioca para que sejam anunciadas contratações para a posição.

"Tenho certeza que chegarão reforços. Não sabemos como vai ficar o ataque, já que a situação do Vagner Love está indefinida. Já temos outros jogadores aqui, que subiram da base e estão ganhando experiência. O ideal é que essas contratações cheguem para trabalhar logo conosco, para ganharmos entrosamento", pediu o jogador.

O mesmo discurso é utilizado pelo meia Petkovic. "Não sabemos se vamos contar com o Vagner Love e mesmo com ele temos 50% de um ataque. Precisamos de mais atacantes, independente de quem vai ser. Isso cabe ao Zico e à comissão técnica. Tem que chegar mais um ou dois atacantes", disse o meio-campista, que se recupera de uma torção no tornozelo esquerdo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.