Atletas palestinos podem ser castigados

Os jogadores palestinos queintegraram a "equipe de paz" ao lado de colegas israelenses e disputaram na semana passada uma partida amistosa contra o Barcelona, serão investigados e correm risco de serem castigados. Um funcionário de alto escalão da Associação de Futebol Palestino (AFP), Yamal Zaqut, é citado nesta quinta-feira pelo diário "Jerusalém Post". Segundo o jornal, o dirigente declarou que os jogadores palestinos devem ser castigados por participarem do evento ao lado de atletas de Israel, que ocupa parte do território palestino. "La AFP formará um comitê para investigar os que participaram da partida", informou o dirigente falando por telefone, de Gaza. "É certo que todos os que estiveram envolvidos nisso serão punidos, pois violaram a norma da AFP, que proíbe desportistas de competir no exterior sem premissão prévia", disse o dirigente. A partida foi organizada pelo Centro Simón Peres para a Paz no Oriente Médio e também pelo Centro pela Paz e o Diálogo que leva o nome Abú Sukar, que esteve preso em Israel por muito tempo, e que foi libertado há três anos. A "Equipe da Paz" perdeu por 2 a 1 numa partida que atraiu público de 30 mil expectadores.

Agencia Estado,

08 de dezembro de 2005 | 10h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.