Atleticanos relembram conquista de 2001

Será impossível entrar na Arena da Baixada neste domingo e não se lembrar da primeira partida da decisão do campeonato de 2001, quando Atlético-PR e São Caetano se enfrentaram. Naquela oportunidade, o time paranaense conseguiu uma boa vantagem para a segunda partida em São Caetano vencendo por 4 a 2. Pressionado pela necessidade de vencer, o time paulista foi vencido também em casa, por 1 a 0, e o Atlético levantou seu primeiro troféu nacional.O zagueiro Rogério Corrêa era titular daquela equipe e continua mantendo a posição até agora. "Vou relembrar aquele jogo (ao entrar em campo) e espero que continue tudo do mesmo jeito, que seja com mais uma vitória e o Atlético possa ser bi" disse. Segundo ele, a formação tática dos times não se alterou três anos depois e nem a disposição para buscar a vitória. "Eu estou procurando trabalhar bem mais do que trabalhei nos anos seguintes àquela conquista", registrou.O lateral esquerdo Ivan não era titular em 2001, mas entrou em 11 partidas. "Era o ano em que estava subindo e fiquei feliz só por estar fazendo parte do grupo", relembrou. "Graças a Deus estou participando novamente de um grupo que pode ser campeão". Segundo ele, o clima que está envolvendo esse jogo é o mesmo daquela época com um otimismo dos jogadores e a euforia da torcida. "Temos que manter esse clima de final, pois poderá praticamente decidir o campeonato."O outro jogador remanescente daquele grupo é o zagueiro Igor, que ainda não conseguiu a titularidade. Ele vê muitas semelhanças entre os times. "Os dois usam muito as bolas aéreas e têm a marcação atrás da linha da bola, esperando um erro do adversário", analisou. Ele acredita ainda que a rivalidade que se criou entre os dois times desde aquela época vem ficando mais forte em razão de estarem sempre bem colocados nas competições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.