Kiko Huesca/EFE
Kiko Huesca/EFE

Atlético de Madrid bate Girona e mantém perseguição ao líder Barça no Espanhol

Com gols de Godín e Griezmann, equipe de Madri evita deixar o Barça aumentar ainda mais a vantagem

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de abril de 2019 | 17h04

O Atlético de Madrid sofreu um pouco para confirmar o seu favoritismo, mas deslanchou na reta final do jogo para vencer o Girona por 2 a 0, nesta terça-feira, em casa, no confronto que abriu a 30ª rodada do Campeonato Espanhol.

O time comandado por Diego Simeone garantiu o seu triunfo com gols marcados pelo uruguaio Diego Godín e pelo francês Antoine Griezmann, respectivamente aos 31 e aos 49 minutos do segundo tempo, e assim manteve a sua perseguição ao líder Barcelona na competição.

Com a vitória obtida no estádio Wanda Metropolitano, a equipe madrilenha chegou aos 62 pontos na vice-liderança e ficou sete atrás do time catalão, que ainda nesta terça-feira encara o Villarreal, fora de casa, em outro duelo pela abertura desta 30ª rodada.

Depois de passar em branco na primeira etapa do confronto, o Atlético só conseguiu abrir o placar contra o Girona após ter o seu gol validado apenas depois da utilização da arbitragem de vídeo. O chamado VAR serviu para corrigir uma marcação errada de um dos auxiliares do juiz Ignacio Iglesias Villanueva, que apontou impedimento de Griezmann quando o atacante estava em condição legal e finalizou uma bola que em seguida foi completada para as redes por Godín. O zagueiro aproveitou uma sobra de uma bola defendida apenas parcialmente pelo goleiro Gorka Iraizoz.

E, nos acréscimos do tempo normal, quando o 1 a 0 parecia certo como o placar final do confronto, Griezmann voltou a aparecer para definir o 2 a 0 em Madri. Com a derrota fora de casa, o Girona estacionou nos 34 pontos e ocupa a 14ª posição do Espanhol.

No próximo sábado, em uma espécie de "final antecipada" da competição, Barcelona e Atlético de Madrid se enfrentam no Camp Nou pela 31ª rodada. No mesmo dia, o Girona atuará em casa diante do Espanyol em busca de reabilitação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.