Curto de la Torre/AFP
Curto de la Torre/AFP

Atlético de Madrid bate Sevilla, vence a 2ª no novo estádio e cola no Barcelona

Vitória por 2 a 0 com gols de Carrasco e Griezmann deixa time da capital com 14 pontos, um a menos que catalães

Estadão Conteúdo

23 de setembro de 2017 | 10h10

Em confronto direto pelas primeiras colocações do Campeonato Espanhol, o Atlético de Madrid voltou a fazer a festa da torcida em sua nova casa e derrotou o Sevilla. No Estádio Wanda Metropolitano, o time da capital recebeu o Sevilla neste sábado e venceu por 2 a 0, colando no Barcelona na luta pela liderança da competição.

O resultado levou o Atlético a 14 pontos, agora a um do Barcelona, que ainda atua na rodada. Com isso, a equipe ultrapassou justamente o Sevilla, então vice-líder da tabela e que parou nos 13 pontos, na terceira colocação.

Tanto Atlético quanto Sevilla agora voltam as atenções para a Liga dos Campeões, pela qual atuam no meio de semana. O Sevilla entra em campo na terça-feira para encarar o Maribor, em casa. No dia seguinte, o time madrilenho recebe o Chelsea, novamente eu seu novo estádio.

Inaugurado no fim de semana passado, o Wanda Metropolitano tem dado sorte ao Atlético neste início de trajetória. Depois do triunfo sobre o Málaga, o time da casa teve bem mais trabalho neste sábado e viu o Sevilla dar bastante trabalho, principalmente no primeiro tempo, que terminou em igualdade e com poucas oportunidades para ambos os lados.

A principal chance, no entanto, foi justamente dos anfitriões, e com o brasileiro Filipe Luís. Aos 18 minutos, Hernández recebeu com muita liberdade pela esquerda, avançou e tocou para o lateral, que dominou na área e bateu no travessão.

Mas a etapa inicial mal havia começado quando o Atlético conseguiu abrir o placar. Logo aos 54 segundos, Vietto avançou pelo meio e tocou na esquerda para Carrasco. A bola estava muito mais para Nzonzi, mas o jogador falhou e deixou ela limpa para o belga, que ainda conseguiu driblar o goleiro antes de finalizar para a rede.

O gol fez o Sevilla se lançar ao ataque, e o Atlético aproveitou os espaços para selar o triunfo aos 24 minutos. Após cruzamento de Carrasco, Griezmann dividiu com o zagueiro e a sobra ficou com Filipe Luís, que rapidamente acionou mais uma vez o francês. Ele teve espaço para dominar e bater cruzado, fuzilando o goleiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.