Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Atlético de Madrid busca incrível virada sobre o Espanyol aos 99 minutos e lidera

O árbitro deu 10 minutos de acréscimos por causa das tantas paradas no jogo e os visitantes aproveitaram para definir no último lance

Redação, Estadão Conteúdo

12 de setembro de 2021 | 11h50

Atual campeão, o Atlético de Madrid assumiu a liderança do Campeonato Espanhol em incrível virada na casa do Espanyol neste domingo. Depois de passar o jogo todo atrás do placar, empatou no fim e buscou o 2 a 1 aos 99 minutos do segundo tempo.

Lemar foi o herói do duro triunfo em Barcelona. O árbitro deu 10 minutos de acréscimos no Cornellà El Prat por causa das tantas paradas no jogo e os visitantes aproveitaram para definir no último lance. O atacante recebeu na área e bateu forte, o goleiro ainda desviou, mas a bola entrou para festa enorme dos madrilenhos.

Com o resultado, o atual campeão chegou aos 10 pontos, mantendo a invencibilidade no Campeonato Espanhol e superando o Athletic de Bilbao na tabela. Mas a rodada ainda pode ser fechada com outros três times com 10 pontos. Real Madrid, Valencia, Barcelona e Sevilla somam 7, mas os dois últimos se enfrentam.

Foi a reestreia de Griezmann no Atlético de Madrid. Fez dupla com Suárez, mas repetiu as fracas atuações do Barcelona. Sem jogar bem, o francês acabou substituído e ainda viu o Espanyol dominar todo o primeiro tempo e ir ao descanso com 1 a 0 no placar, gol de Raul de Tomas.

Lemar empatou logo após o intervalo. Mas o gol foi anulado. Entrando na reta final, enfim um gol válido do Atlético. Carrasco lutou bastante e conseguiu balançar as redes. O 1 a 1 dava justiça ao placar após crescimento do atual campeão na etapa final.

Mas o alto número de minutos de acréscimos deixou o jogo aberto. E o Atlético de Madrid de Diego Simeone, que nunca desiste, buscou a virada no último minuto. Enorme festa de Lemar e dos companheiros com vitória da persistência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.