Alberto Molina/Divulgação
Alberto Molina/Divulgação

Atlético de Madrid estreia seu 'grande reforço' para a temporada

Proibido de contratar jogadores até janeiro, clube investiu quase R$ 900 mil em nova casa

Felippe Scozzafave, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2017 | 08h00

Todos sabemos como é difícil para qualquer time fazer frente a Real Madrid e Barcelona. Porém, o Atlético de Madrid não vem fazendo feio nos últimos anos. Para a a temporada que começou há poucos dias, além da esperança de craques como Griezmann e Koke brilharem, a torcida conta neste sábado com a estreia de seu mais novo reforço: o Wanda Metropolitano, novo estádio do clube, que será inaugurado no jogo contra o Málaga.

Com nome de La Peineta, o estádio foi construído em 1994 para receber provas de atletismo. Praticamente abandonado durante muito tempo, foi reformado para as candidaturas de Madri para as Olimpíadas de 2012, 2016 e 2020, o que acabou sendo em vão e o projeto foi adequado às exigências do Atlético, que desde 2011 assumiu as reformas do antigo estádio e bancou a reconstrução para substituir o Vicente Calderón, que encerrou suas atividades depois de mais de 50 anos recebendo os jogos do time.

O anel inferior da arquibancada foi derrubado para a construção de um intermediário, mantendo-se o superior e com outros setores sendo construídos e o gramado sendo rebaixado. A capacidade do local passou de 20 mil para 67.703 mil lugares. Contando os gastos com a reforma e os 30,4 milhões de euros (R$ 113,1 milhões) pagos à prefeitura para comprar o local, o clube investiu 240 milhões de euros (R$ 893,4 milhões) na nova casa.

O Atlético passa a mandar seus jogos no Wanda Metropolitano a partir de agora, mas o estádio não está totalmente pronto. Segundo o jornal Marca, o local só vai estar concluído no Natal. "Oferece um aspecto espetacular e cumpre com a regra - recebeu numerosas inspeções nos últimos dias -, mas não está acabado. De fato, quando acabarem as atividades do sábado, voltarão a entrar os operários para seguir trabalhando", explica o diário espanhol, que ressalta que o jogo com o Chelsea, na Liga dos Campeões, também será disputado no estádio.

A Liga, aliás, pode ser decidida no local em breve. Segundo a mídia espanhola, o local disputa sediar o jogo mais importante da temporada europeia em 2018/2019 com o Estádio Olímpico de Baku, no Azerbaijão. A Uefa anuncia a decisão no próximo dia 21 de setembro.

Em um vídeo divulgado pelo clube, é possível ver que todos os assentos do estádio são na cor vermelha, com o nome do Atlético de Madrid e 1903, ano de fundação, aparecendo em destaque na arquibancada lateral. Dá para reparar também que a torcida ficará bem perto do campo, se assemelhando com as arenas da Inglaterra. Isso deve aumentar ainda mais a já tradicional pressão feita pela torcida do Atlético, uma das mais fanáticas da Europa.

Para a estreia, uma grande festa está programada. Desde as primeiras horas da manhã, haverá uma Fan Fest do lado de fora do estádio com direito a DJ, food trucks e muita diversão para as crianças. Dentro dele, todos os torcedores ganharão bandeiras para ver grandes ídolos do Atlético darem o "chute inicial" do estádio antes da bola rolar oficialmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.