Atlético de Madrid goleia e lidera; Juventus é derrotada na Grécia

Equipe espanhola faz os cinco gols na goleada sobre o Malmoe na segunda etapa; Juve pressiona, mas é superada pelo Olympiacos

Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2014 | 19h01

Na chave mais equilibrada da atual edição da Liga dos Campeões da Europa, Atlético de Madrid e Olympiakos se deram melhor nesta terceira rodada. Jogando em casa, os times espanhol e grego venceram Malmoe (Suécia) e Juventus, de Turim, para chegarem à metade desta fase na liderança do Grupo A, ambos com seis pontos. Italianos e suecos amargam a terceira colocação e necessitam de reação, no próximo dia 4, quando os duelos serão os mesmos, mas com os mandos de campo invertidos.

No estádio Vicente Calderón, na capital espanhola, o Atlético de Madrid fez um péssimo primeiro tempo e foi para o intervalo em um vaiado 0 a 0 com o modesto Malmoe. Com uma boa conversa do técnico argentino Diego Simeone, o time resolveu jogar e imitou o Bayern de Munique, que no dia anterior precisou apenas dos primeiros 45 minutos de jogo para marcar 5 gols na Roma.

Logo aos 3 minutos, Koke abriu o placar e a forte retranca do Malmoe. Em um intervalo de dois minutos, a vitória foi garantida com os gols de croata Mandzukic, aos 16, e do francês Griezmann, aos 18. Com mais tranquilidade, o Atlético de Madrid não permitiu qualquer reação sueca e obteve a goleada no final. O zagueiro uruguaio fez o quarto, aos 42, e o italiano Cerci marcou o quinto aos 45.

Pelo saldo de gols (5 a 0), o Atlético de Madrid fica em primeiro na chave. Para também chegar aos seis pontos, o Olympiakos usou novamente a força de sua torcida em Atenas - como aconteceu na estreia vitoriosa contra os espanhóis - e as grandes defesas do goleiro Roberto contra a Juventus. Foram oito no total, contra quatro do italiano Buffon.

Com o gol de Pajtim Kasami, aos 36 minutos do primeiro tempo, após assistência de Mitroglou, a Juventus teve de atacar e bombardeou o gol do Olympiakos. Para sorte dos gregos, Roberto estava em um dia inspirado e garantiu os importantes três pontos na luta por uma das duas vagas do grupo às oitavas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.