Atlético de Madrid/Site Oficial
Atlético de Madrid/Site Oficial

Atlético de Madrid oficializa a contratação do zagueiro Felipe, ex-Corinthians

Clube espanhol pagou 20 milhões de euros (pouco mais de R$ 80 milhões) para tirar o jogador do Porto

Redação, Estadão Conteúdo

03 de julho de 2019 | 10h42

O zagueiro Felipe, ex-Corinthians, é o novo jogador do Atlético de Madrid. O clube espanhol oficializou nesta quarta-feira, através de suas redes sociais, a contratação do jogador brasileiro, que estava no Porto, de Portugal, por 20 milhões de euros (pouco mais de R$ 80 milhões). O contrato será assinado nesta quinta e terá duração de três temporadas.

No desembarque em Madri, nesta quarta-feira, Felipe já deu as primeiras declarações como novo jogador do Atlético de Madrid, que é comandado pelo técnico argentino Diego Simeone. Ele chega para substituir o uruguaio Diego Godín, ídolo do clube que acertou a sua transferência para a Inter de Milão.

"Godín é uma pessoa e eu sou outra. Godín fez história e eu estou aqui para fazer o mesmo. Queremos fazer uma grande temporada", disse o defensor brasileiro, em declarações publicadas no Instagram do Atlético de Madrid.

Felipe tem 30 anos e surgiu no futebol profissional no União Mogi, de Mogi das Cruzes, que fica na região metropolitana de São Paulo. Com passagem também pelo Bragantino, o jogador ganhou destaque vestindo a camisa do Corinthians, onde foi campeão do Mundial de Clubes da Fifa, em 2012, além do Campeonato Paulista e da Recopa Sul-Americana, em 2013, e do Campeonato Brasileiro, em 2015. No Porto, venceu o Campeonato Português na temporada 2017/2018.

O acordo de transferência do Porto para o Atlético de Madrid já estava acertado desde o dia 28 de maio, mas só pode ser concretizado depois de 1.º de julho, quando abriu a janela de transferências na Europa. Desde a sua chegada em Portugal, o brasileiro participou de 142 partidas e marcou 11 gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.