Reprodução/Chelsea FC
Reprodução/Chelsea FC

Atlético de Madrid oficializa retorno do lateral Filipe Luís

Lateral-esquerdo fica apenas uma temporada no Chelsea

Estadão Conteúdo

28 de julho de 2015 | 10h21

Filipe Luís está de volta ao Atlético de Madrid. Um ano após o jogador brasileiro deixar o clube espanhol para reforçar o Chelsea, o lateral-esquerdo faz o caminho inverso, retornando ao time em que ganhou projeção mundial, o levando a ser convocado para defender a seleção brasileira.

Depois de defender o Atlético de Madrid em quatro temporadas, Filipe Luís se transferiu para o Chelsea, mas não teve muito sucesso, mesmo que tenha sido parte do elenco que conquistou os títulos do Campeonato Inglês e da Copa da Inglaterra.

"Todos já conhecemos Filipe Luís. Nos reforçamos com um dos laterais mais talentosos do mundo. Já conhece nosso clube e nossa forma de jogar, por isso temos a segurança de que a sua adaptação será imediata", disse José Luis Pérez Caminero, diretor esportivo do Atlético de Madrid.

Entre 2010 e 2014, Filipe Luís disputou 184 partidas pelo Atlético de Madrid e conquistou um título do Campeonato Espanhol, um da Copa do Rei, um da Liga Europa e dois da Supercopa da Europa.

Antes, o lateral-esquerdo, de 29 anos, passou por Figueirense, Ajax, Real Madrid B e Deportivo La Coruña. Ele também foi convocado para defender a seleção brasileira na Copa das Confederações de 2013 e na Copa América deste ano.

Antes de Filipe Luís, o Atlético de Madrid já havia se reforçado para a próxima temporada com dois atacantes, o colombiano Jackson Martínez (Porto) e o argentino Luciano Vietto (Villarreal), o meia belga Yannick Carrasco (Monaco) e o zagueiro montenegrino Stefan Savic (Fiorentina). Além disso, o argentino Angel Correa, liberado para voltar ao futebol após se recuperar de um problema cardíaco, e Oliver Torres, de volta depois de atuar por empréstimo pelo Porto, reforçarão ao clube.

Porém, o Atlético de Madrid sofreu perdas de peso. Até agora, saíram Mario Mandzukic (Juventus), Arda Turan (Barcelona), Mario Suárez (Fiorentina) e Miranda (Inter de Milão), além de Cristian Ansaldi (Zenit) e Rubén Gracia (Deportivo La Coruña), devolvidos aos seus clubes após período de empréstimo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.