Atlético de Madrid tropeça, mas fica a 1 ponto do título do Espanhol

Barcelona fica no 0 a 0 com o Elche e precisa vencer para ser campeão

AE, Agência Estado

11 de maio de 2014 | 16h05

MADRI - Se o Campeonato Espanhol se desenhava como uma competição em que três times mereciam o título, nas últimas rodadas a impressão que fica é que ninguém quer ser campeão. Neste domingo, Atlético de Madrid e Barcelona empataram seus jogos, enquanto o Real Madrid perdeu do Celta. Assim, o Atlético joga por um empate com o Barça, domingo que vem, para ser campeão.

Essa é a segunda rodada seguida que nenhum dos concorrentes ao título vence. Na 36ª., o Atlético de Madrid perdeu para o Levante, enquanto Barcelona e Real empataram com Getafe e Valencia, respectivamente, ambos jogando em casa.

Assim, o Espanhol chega à última rodada com o Atlético de Madrid liderando, com 89 pontos. Se vencer o clássico de domingo, o Barcelona, que tem 86, também chega a 89 e fica com o título, porque o primeiro critério de desempate é o confronto direto. Na última rodada do primeiro turno, as equipes empataram em 0 a 0 em Madri. O Real, com apenas 84 pontos, já deu adeus ao trofeu.

NO VICENTE CALDERÓN

O Atlético de Madrid, que não é campeão desde 1996, tinha chances de encerrar o jejum neste domingo. Por isso, sua torcida lotou o Calderón. Num jogo muito nervoso, o Málaga saiu na frente. Alderweireld errou um domínio fácil, Samu recebeu pela direita, aproveitou uma trombada entre Miranda e Courtois e bateu para o gol vazio. Foi só o 25º. gol levado pela melhor defesa do campeonato.

No ataque, a equipe sentia falta de Diego Costa, machucado. O gol de empate, assim, veio da outra jogada chave do Atlético: a bola parada. Sosa bateu escanteio e Alderweireld marcou. O argentino ainda chegou perto de virar, batendo uma falta rente ao ângulo, com o goleiro batido. Caballerro, goleiro do Málaga, ainda faria duas grandes defesas, uma delas nos acréscimos, para garantir o 1 a 1.

EM ELCHE

Para não permitir que o Atlético chegasse ao título neste domingo, o Barcelona precisava vencer. Jogando fora de casa, começou com Xavi no banco de Iniesta, Busquets e Fàbregas. Messi foi que mais tentou, mas parou em grande atuação de Manu Herrera. No fim, o placar ficou mesmo no 0 a 0.

EM VIGO

Depois de empatar com o Valencia, quarta, em pleno Santiago Bernabéu, o Real Madrid abriu mão da briga pelo título, uma vez que não dependia mais só de si. Por isso, foi a campo neste domingo, contra o Celta, fora de casa, com um time misto. Cristiano Ronaldo e Bale, por exemplo, nem jogaram. Casemiro começou como titular e Willian José entrou no segundo tempo.

Mesmo assim, o Real é mais time que o Celta, mas não mostrou isso em campo. A equipe da casa abriu o placar aos 43 minutos do primeiro tempo, com o brasileiro Charles. O atacante também fez o segundo, aos 18, garantindo a vitória por 2 a 0.

OUTROS JOGOS

Também neste domingo o Valladolid perdeu de 4 a 3 para o rebaixado Betis, fora de casa, e se manteve na zona de degola, com 36 pontos, mesma pontuação do Osasuna, que empatou em 1 a 1 com o Espanyol, em Barcelona. Logo acima da zona de rebaixamento estão o Granada (38), que levou 2 a 0 do Almería, o Getafe (39), que bateu o Sevilla por 1 a 0, e o próprio Almería (39). Com 40, o Elche escapou da degola, assim como Málaga e Espanyol, ambos com 42 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.