Atlético e Coritiba precisam vencer

Poucas vezes um clássico entre Atlético-PR e Coritiba teve tanta importância como o deste domingo. Quem sair vitorioso da partida, às 16 horas, na Arena da Baixada, ganha força na Copa Sul-Minas e pode provocar um princípio de crise no rival. No meio da semana, o Atlético sofreu a segunda derrota na Libertadores. O Coritiba foi desclassificado da Copa do Brasil. No regional, o Coritiba está na quarta posição (13 pontos) e o Atlético, na sexta (11).O técnico Geninho, do Atlético, preferiu manter o mistério sobre a escalação. Ele não contará com Alessandro, Fabiano e Rogério Corrêa, suspensos. "Em clássico, tem de ficar ligado o tempo todo, pois, se perder, está morto", disse o zagueiro Gustavo. Para Geninho, o apoio dos torcedores no aeroporto, mesmo após a derrota na Libertadores, motiva o time. "Se já havia necessidade, existe agora quase uma obrigação de retribuir o carinho", afirmou.No Coritiba, o técnico Joel Santana adotou a mesma estratégia e não confirmou o time. As possíveis alterações são a saída de Fernando para a entrada de Wellerson e de Reginaldo Araújo por Tesser. A estréia do zagueiro Márcio Costa está confirmada. "Ninguém está contente com nosso desempenho, mas só ficar chateado não resolve a situação, temos de tomar uma atitude", disse o técnico.Outro time que joga desesperado é o América-MG, depois da derrota por 7 a 0 para o Cruzeiro (sete jogadores foram dispensados). Diante do Grêmio, um dos melhores da Sul-Minas, os mineiros, já sem chances de classificação, lutam para permanecer na competição no próximo ano. Demais jogos: Figueirense x Malutrom, Internacional x Tubarão, Pelotas x Criciúma e Joinville x Mamoré.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.