Atlético-GO bate América-MG por 2 a 1 e soma 4.ª vitória seguida

Time goiano chegou aos 25 pontos e assumiu a provisória 11.ª posição do Brasileirão

Marcelo Portela, Agência Estado

27 de agosto de 2011 | 20h06

BELO HORIZONTE - Em franca ascensão no Campeonato Brasileiro, o Atlético-GO faturou neste sábado sua quarta vitória seguida ao superar o América-MG por 2 a 1, de virada, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

Com o resultado na última rodada do primeiro turno, o time visitante chegou aos 25 pontos e assumiu a provisória 11ª posição da tabela. Enquanto o Atlético sobe na classificação, o América-MG segue estacionado na lanterna, com apenas 13 pontos.

Embalado pela sequência de três vitórias, o Atlético tentou impor o ritmo da partida logo nos primeiros minutos, mas não teve sucesso e quase não ameaçou o gol rival. Já os mineiros, sedentos de uma vitória para sair da incômoda última posição, tomaram as rédeas do jogo no primeiro tempo e conseguiram envolver sem dificuldades os adversários, criando mais oportunidades.

O gol acabou saindo aos 28 minutos de jogo. Marcos Rocha recebeu passe de Carleto na direita e cruzou no segundo pau. William Rocha subiu mais que a zaga e pôs o time da casa na frente. Depois do gol, o América reduziu um pouco o ritmo e preferiu segurar o jogo até o intervalo, ainda mais depois que o atacante Alessandro, sentindo uma pancada, deixou o campo aos 40 do primeiro tempo para a entrada de André Dias.

No segundo tempo, porém, a situação se inverteu. O América entrou em campo apático e foi o Atlético quem passou a pressionar os donos da casa. E teria conseguido logo nos primeiros minutos da segunda etapa se não fossem algumas excelentes defesas de Neneca. O técnico Givanildo Oliveira percebeu a queda de rendimento e logo aos 15 minutos colocou Netinho no lugar de Rodriguinho, aplaudido pela torcida.

Mas a mudança não surtiu efeito. Os visitantes mantiveram a pressão. Aos 24, Thiago Feltri levantou a bola na área e Juninho levou a melhor em cima dos zagueiros americanos. Neneca se esticou todo, mas não conseguiu impedir o empate.

O mesmo Juninho voltou à carga sete minutos depois. Ele recebeu passe de Rafael Cruz na entrada da área e bateu sem chance de defesa para o arqueiro alviverde. Givanildo Oliveira ainda tentou uma reação e tirou o zagueiro William Rocha para a entrada do meia Ulisses. E o América bem que tentou se recuperar, mas o Atlético se fechou na defesa e segurou o resultado.

"Criamos mais situação e o mais importante é que conseguimos os três pontos. A sequência (de jogos) era muito difícil, mas superamos as dificuldades e conseguimos nosso objetivo", afirmou o atacante Anselmo, se referindo à subida do Atlético na tabela.

Os dois times voltam a campo para a 20ª rodada no meio de semana. Na quarta-feira, o Atlético receberá o Coritiba no Serra Dourada, às 20h30. No dia seguinte, o América visitará o Bahia em Salvador, às 20h30.

AMÉRICA-MG 1 x 2 ATLÉTICO-GO

AMÉRICA-MG - Neneca; William Rocha (Ulisses), Otávio e Gabriel; Marcos Rocha, Amaral, Leandro Ferreira, Rodriguinho (Netinho) e Thiago Carleto; Alessandro (André Dias) e Kempes. Técnico: Givanildo Oliveira.

ATLÉTICO-GO - Márcio; Rafael Cruz, Anderson, Gilson e Thiago Feltri; Bida, Agenor (Vitor Júnior), Pituca e Thiaguinho (Diogo Campos); Anselmo e Juninho (Paulo Henrique). Técnico: Hélio dos Anjos.

Gols - William Rocha, aos 28 minutos do primeiro tempo. Juninho, aos 24 e aos 31 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Anderson e Diogo Campos (Atlético-GO).

Árbitro - Paulo César Oliveira (SP)

Renda - R$ 3.270,00.

Público - 1.256 pagantes.

Local - Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.