Atlético-GO derrota o Boa e deixa a zona da degola

É a primeira vitória do time de PC Gusmão depois de quatro jogos

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2013 | 22h01

GOIÂNIA - O Atlético Goianiense voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B, nesta sexta-feira, ao derrotar o Boa, de virada, por 3 a 1, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. O resultado positivo foi o primeiro do time de PC Gusmão em um período de quatro jogos. A partida foi válida pela 22.ª rodada.

O clube goiano apelou para o sal grosso na entrada do vestiário antes do jogo e parece ter dado certo. Com a vitória, o Atlético saiu da zona de rebaixamento, agora com 23 pontos. O Boa segue na sétima posição, com 32 pontos. Entrando em campo pressionado, o Atlético parecia perdido dentro de campo, dando liberdade para que os jogadores mineiros trocassem passes pelo meio de campo e chegassem com facilidade no ataque. Aos 10 minutos de jogo, o time de Nedo Xavier já assustou pela primeira vez com uma finalização de Petros de fora da área. Sem direção, a bola acabou indo para fora.

Ainda que enfrentasse dificuldades, o Atlético conseguiu assustar e quase abriu o placar aos 14 minutos. Jorginho invadiu a área sozinho pelo lado esquerdo, mas cara a cara com o goleiro Douglas, finalizou para fora, tirando tinta da trave esquerda. A má fase do time de Goiânia parecia continuar. Foi só reagir no jogo e levou o primeiro gol, aos 17 minutos. Com bastante liberdade pela direita, Fernando Karanga invadiu a área e cruzou para Francismar, que chegou de trás para cabecear para o fundo do gol. O placar estava aberto no Serra Dourada para aterrorizar a torcida.

Atrás no placar, o Atlético continuou pior e foi para o intervalo com a sensação de alívio pelo fim do primeiro tempo. A segunda etapa começou com os dois times no mesmo ritmo do primeiro tempo. O Boa, com uma qualidade de jogo maior que a do adversário, continuou indo para cima e o Atlético ficou no campo de defesa, sendo pressionado.

Suportando as subidas do Boa, o time de PC Gusmão se aproveitou do primeiro contra-ataque que conseguiu acertar e empatou o jogo aos 19 minutos. João Paulo recebeu dentro da área e não desperdiçou. O gol animou o Atlético, que passou a dominar a partida. Aos 25 minutos, o goleiro Douglas derrubou Régis dentro da área. Na cobrança, Ricardo Jesus colocou o time da casa na frente.

Atrás no placar, o treinador Nedo Xavier até tentou deixar o Boa mais ofensivo, mas a experiência do Atlético fez a diferença e em mais um contra-ataque marcou o terceiro gol. Juninho apareceu livre dentro da área e, aos 37 minutos, só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes.

O Atlético volta a campo nesta terça, às 19h30, para enfrentar o São Caetano, novamente no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 23.ª rodada. Já o Boa vai até Arapiraca (AL) para visitar o ASA, no estádio Coaracy da Mata, também na terça, às 21h50.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 3 x 1 BOA

ATLÉTICO-GO - Roberto; Lennon, Artur, Anderson Conceição e Guilherme Santos (Diogo Campos); Régis, Dodó, Ernandes e Jorginho (João Paulo); Adriano Michael Jackson (Juninho) e Ricardo Jesus. Técnico: PC Gusmão.

BOA - Douglas; Rafinha, André Astorga, Alex Silva e Airton Oliveira; Moisés Ribeiro, Olívio (Luis Paulo), Francismar (Malaquias) e Marcelinho Paraíba (Juba); Petros e Fernando Karanga. Técnico: Nedo Xavier.

GOLS - Francismar, aos 17 minutos do primeiro tempo; João Paulo, aos 19, Ricardo Jesus (pênalti), aos 26, e Juninho, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Artur (Atlético-GO); Douglas, Marcelinho Paraíba e Fernando Karanga (Boa).

ÁRBITRO - Arilson Bispo da Anunciação (BA).

RENDA - R$ 11.740,00.

PÚBLICO - 580 pagantes.

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BAtlético-GOBoa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.