Atlético-GO goleia o Oeste e se reabilita na Série B

Foi segunda vitória nos últimos nove jogos do clube goiano

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2013 | 23h09

GOIÂNIA - No "duelo da reabilitação", o Atlético Goianiense se deu melhor ao golear o Oeste por 4 a 0, nesta sexta-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Esta é a segunda vitória nos últimos nove jogos do clube goiano, que na rodada anterior tinha empatado em casa com o América-MG por 1 a 1.

Antes do jogo, muita mandinga para espantar a falta de sorte. Um torcedor atirou sal grosso no campo, que também foi visto em algumas partes do gramado, como atrás dos gols. A vitória deu um fôlego ao time goiano, agora com 20 pontos, em 14.º lugar. Do outro lado, o Oeste sofreu a sua quarta derrota consecutiva na estreia do técnico Ivan Baitello na vaga de Edison Só. Mesmo assim ainda não entrou na zona do rebaixamento. Mas ficou perto, em 15.º com 19 pontos. Antes tinha perdido para ASA, ABC e Bragantino.

O time atleticano começou melhor, com domínio no setor de meio campo e tentando as jogadas pelas laterais. Sua primeira chance saiu dos pés de Bida, que soltou a bomba de longe e Fernando Leal espalmou para escanteio, aos 16 minutos.

Bida era "o dono do jogo" e abriu o placar aos 22 minutos em uma bela cobrança de falta na frente da grande área. Ele bateu com categoria, encobriu a barreira e mandou a bola no ângulo. "Foi uma emoção muito grande para mim porque tenho que provar que ainda posso ser muito útil ao futebol do Atlético", desabafou o meia, que estava voltando ao time depois de um ano afastado por suspensão por cair no doping.

Quase em seguida, aos 25 minutos, o Atlético ampliou com Jorginho. Na pequena área, ele só completou o cruzamento de Ernandes. Mas no início da jogada o atacante estava impedido, o que gerou reclamações dos paulistas. Aos 30, em um chute forte e de longe, quase Ernandes aumentou o placar. Mas Fernando Leal fez outra grande defesa.

No segundo tempo, o Atlético entrou disposto a esperar o adversário para aproveitar os contra-ataques. Mas o Oeste não conseguiu chegar na frente e muito menos ameaçar Roberto, o goleiro atleticano. E como se atirou ao ataque, deixou espaços na defesa que foram aproveitados no final. Aos 41 minutos, em um contragolpe, Michael Jackson chutou, Leal rebateu e Marino completou. E, aos 44, após uma arrancada de Michael Jackson, a bola sobrou para John Lennon, que bateu cruzado e fechou a goleada.

Na próxima terça, pela 19.ª rodada, o Atlético vai enfrentar o Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, em São Paulo. O Oeste vai tentar a sua recuperação em casa diante do ameaçado América-RN, às 19h30, em Itápolis (SP).

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 4 x 0 OESTE

ATLÉTICO-GO - Roberto; Jonh Lennon, Artur, Ednei e Ernandes; Dodó, Marino, Bida (Régis), Jorginho (Jeferson) e João Paulo (Michael Jackson); Anselmo. Técnico: PC Gusmão.

OESTE - Fernando Leal; Adriano Alves (Elson), Dezinho e Ligger; Eric, Paulo Vitor (João Denoni), Bruno Sabino, Marquinhos Paraná (Émerson) e Piauí; Jheimy e Pablo. Técnico: Ivan Baitello.

GOLS - Bida, aos 22, e Jorginho, aos 25 minutos do primeiro tempo; Marino, aos 41, e John Lennon, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Jorginho e Ernandes (Atlético-GO); Pablo e Paulo Vitor (Oeste).

ÁRBITRO - Antônio Dib Moraes de Sousa (PI).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BAtlético-GOOeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.