Atlético-GO quer bater Palmeiras na luta contra a degola

Com a meta ambiciosa de deixar a zona de rebaixamento até o final do primeiro turno, o Atlético Goianiense recebe o Palmeiras, neste domingo, às 18h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro. "No Atlético, estamos todos empenhados para ficar na Série A no ano que vem", disse o atacante Patric.

RUBENS SANTOS, Agência Estado

19 de agosto de 2012 | 08h38

Para ele, o clube goiano ganhou motivação no empate por 1 a 1 com o líder Atlético Mineiro, na última rodada. Agora, se passar pelo Palmeiras, terá força para seguir na luta para fugir da degola. Na competição, o time ganhou apenas dois jogos e não vence há cinco rodadas, mas pelo menos empatou as últimas três partidas.

Para o treinador interino Jairo Araújo, após três jogos sem derrota da sua equipe, penúltima colocada com 12 pontos, é necessário uma sequência de jogos com vitórias. "Perdemos o medo de perder", disse Jairo, para quem o grupo está unido. Uma estatística aponta que 50% dos pontos obtidos pelo Atlético foi contra times paulistas - venceu o São Paulo, empatou com Ponte Preta, Santos e Corinthians, mas perdeu para a Portuguesa.

No jogo deste domingo, o time muda. Volta o lateral-direito Marcos, após lesão, no lugar de Diogo Campos. Eron retorna à lateral esquerda na vaga de Diego Giaretta. No meio de campo, Wesley substitui Joilson (suspenso) e, no ataque, Ricardo Bueno volta para a saída de Rayllan.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-GO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.