Nelson Perez/Fluminense FC
Nelson Perez/Fluminense FC

Atlético-GO se despede sem perder e Fluminense se consola com Copa Sul-Americana

Equipes empatam em 1 a 1 no estádio Pedro Ludovico e mantêm suas posições na tabela do Brasileirão

Estadão Conteúdo

03 de dezembro de 2017 | 20h38

Em jogo morno e de poucas emoções no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, o Atlético Goianiense conseguiu segurar o empate por 1 a 1 com o Fluminense, pela 38.ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. Sua despedida na primeira divisão nacional foi com show do goleiro Kléver, que fez pelo menos três milagres nas finalizações de Sornoza, Lucas e Matheus Alessandro. Wendel abriu o placar para o time carioca, mas Diego Rosa deixou tudo igual ainda no primeiro tempo.

+ TEMPO REAL: Veja como foi a partida

+ Confira como ficou a tabela do Brasileirão

Já rebaixado, o Atlético Goianiense encerrou a sua participação na lanterna, com 36 pontos, e uma sequência de cinco jogos sem perder, com duas vitórias e três empates. Já o Fluminense fica com 47 pontos e na 14.ª posição, classificado para a Copa Sul-Americana da próxima temporada. Na briga pela artilharia, Henrique Dourado não conseguiu marcar e ficou empatado com Jô, do Corinthians, com 18 gols cada.

Mesmo jogando fora de casa, o Fluminense conseguiu controlar o jogo em Goiânia durante todo o primeiro tempo. O primeiro gol poderia ter saído já aos 16 minutos, quando Wendel aproveitou o cochilo da defesa e bateu de fora da área, mas a marcação cortou. A bola novamente sobrou para o volante, que arriscou de primeira e ela bateu na mão de Ricardo Silva. Próximo ao lance, o árbitro gaúcho Anderson Daronco marcou apenas escanteio para os cariocas.

No lance seguinte, aos 17 minutos, Gustavo Scarpa dominou no meio de campo e deixou novamente com Wendel. Com espaço, o volante avançou entre a marcação, carregou até a meia lua, ajeitou o corpo e bateu no canto direito de Kléver, que saltou, mas não conseguiu tocar na bola. Mesmo com a vantagem no placar, o Fluminense seguiu com a posse de bola.

Aos 21 minutos, no primeiro cochilo da marcação, o Atlético Goianiense já conseguiu encontrar o empate. Luiz Fernando arriscou um lançamento para a direita, onde Andrigo entrava em velocidade, mas ela foi na direção de Léo. O lateral-esquerdo tentou cortar, mas errou completamente o tempo da bola. O meia goiano dominou e cruzou rasteiro para Diego Rosa, que entrou em velocidade na pequena área e estufou as redes.

O herói do jogo passou a ser Kléver, que apareceu nos principais lances da partida. Ainda no primeiro tempo fez dois milagres em chutes de Sornoza e Lucas. Na etapa final, com 20 minutos, Matheus Alessandro recebeu de Gustavo Scarpa e ficou em condições de marcar, mas o goleiro apareceu mais uma vez. O Atlético Goianiense trocava passes no meio de campo e levou pouco perigo para o goleiro Diego Cavalieri. Evitou mais uma derrota, mas não a queda à Série B.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 x 1 FLUMINENSE

ATLÉTICO-GO - Kléver; Jonathan, Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Breno Lopes; André Castro, Igor (Marcão Silva), Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando (Jefferson Nem); Diego Rosa (Alison). Técnico: João Paulo Sanches.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Wendel, Douglas, Gustavo Scarpa, Sornoza (Romarinho) e Matheus Alessandro (Pedro); Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

GOLS - Wendel, aos 17, e Diego Rosa, aos 22 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Jorginho (Atlético-GO); Lucas, Douglas, Romarinho e Henrique Dourado (Fluminense).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (Fifa/RS).

RENDA - R$ 23.140,00.

PÚBLICO - 1.844 pagantes (2.996 no total).

LOCAL - Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.