Atlético-GO tem desafio de manter reação no Brasileiro

Após quebrar o jejum de 82 dias sem vencer, o Atlético Goianiense agora sonha em avançar para sair da zona de rebaixamento o mais rápido possível. Neste domingo, às 16 horas, enfrenta o Internacional, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 11.ª rodada. "O grupo se uniu para acabar com o jejum", lembrou o atacante Felipe. "Agora temos um jogo difícil e vamos nos unir de novo para buscar a vitória", disse o jogador, que viajou com o grupo, mas é dúvida para o jogo por causa de dores musculares.

RUBENS SANTOS, Agência Estado

22 de julho de 2012 | 08h59

No Sul, os atleticanos serão testados em sua real capacidade de reação. O time venceu o Figueirense (3 a 2) na última rodada, mas na lanterna com cinco pontos, tem a segunda pior defesa e o segundo pior ataque do Brasileirão.

Jairo Araújo, técnico-interino pela terceira partida consecutiva, fará algumas alterações na equipe. O lateral-direito Marcos (suspenso) dará lugar a Ricardo Cruz, que volta de contusão. E o zagueiro Gilson entra no lugar de Reniê, após cumprir suspensão. Mas o treinador não definiu quem entra nas vagas do volante Pituca (contusão) e do atacante Diogo Campos (liberado do jogo). Também não anunciou se jogará com dois ou três atacantes.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-GO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.