Atlético-GO vai até Salvador pressionado por ser o lanterna do Brasileirão

Time subiu como campeão da série B, mas vem apresentando muitas dificuldades na primeira divisão

Estadão Conteúdo

05 de junho de 2017 | 07h34

Pressionado por ter sofrido três derrotas consecutivas, o Atlético Goianiense espera iniciar uma reação nesta segunda-feira quando enfrenta o Bahia, a partir das 20 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, no fechamento da quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Um novo tropeço pode provocar mudanças no departamento de futebol, começando pelo técnico Marcelo Cabo.

Mesmo com uma ligeira evolução técnica, o time goiano não pontuou ainda na competição. Os números são todos negativos. Perdeu na estreia para o Coritiba por 4 a 1, no Paraná; depois sofreu dois tropeços em casa diante do Flamengo, por 3 a 0, e do Corinthians, por 1 a 0. A defesa sofreu oito gols, enquanto que o ataque só fez um, marcado pelo centroavante Walter.

"Nosso time está bem preparado e tem condições de pontuar em Salvador. Mas teremos que ser guerreiros porque o adversário vai ter toda a torcida a seu favor", disse Marcelo Cabo. Ele não confirmou a escalação, mas a novidade deve ser o meia Andrigo, ex-Internacional - entraria no lugar de Luiz Fernando.

O lateral-esquerdo Breno Lopes, com vínculo ao Cruzeiro e que nem atuou pela Ponte Preta no ano passado, está inscrito. E viajou com os outros 19 jogadores relacionados para a partida em Salvador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBahia (clube de Futebol)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.