Bruno Corsino/ ACG
Bruno Corsino/ ACG

Atlético-GO vence Avaí com gol no fim e esquenta briga contra Z-4 do Brasileirão

Wellington Rato garante vitória goianiense nos acréscimos em duelo pelo torneio nacional

Redação, Estadão Conteúdo

08 de junho de 2022 | 23h08

Com um gol já nos acréscimos do segundo tempo, o Atlético-GO venceu um duelo direto contra a zona de rebaixamento do Brasileirão. Jogando em casa, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO), recebeu e venceu o Avaí, por 2 a 1. O duelo foi marcado por dois bonitos gols ainda no primeiro tempo: Baralhas, de letra, para os donos da casa, e Bissoli com um chute no ângulo para os visitantes. Com o resultado, o Atlético-GO chegou aos dez pontos e embolou a briga contra a zona de rebaixamento. Atualmente, o time goiano é 18º colocado. Já o Avaí, que chegou há cinco jogos sem vitória, amarga a 16ª colocação com 11 pontos, sendo o primeiro time fora do Z-4.

O duelo começou movimentado, com os times procurando espaços para chegar com perigo ao gol adversário. O Atlético-GO teve a chance de abrir o marcador logo aos três minutos, quando Churín recebeu livre na pequena área, mas errou a finalização. A resposta do Avaí veio aos 21 quando Eduardo arriscou de fora da área e a bola passou perto da meta do goleiro Ronaldo.

Apesar disso, o placar só foi sair do zero, quando o técnico Jorginho tirou o volante Edson Fernando e colocou Baralhas. A substituição teve efeito imediato e em seu primeiro lance em campo, o meio-campista deixou a sua marca. Aos 33 minutos, Luiz Eduardo avançou em profundidade e cruzou na área para Baralhas completar de letra para o fundo das redes.

O Avaí, porém, foi ao ataque e respondeu também com um golaço. Aos 42 minutos, Kevin fez um lançamento longo para Bissoli, que dominou na entrada da área e bateu no ângulo do goleiro Ronaldo, que nada pode fazer.

Na volta do intervalo, os times perderam gols inacreditáveis que poderiam ter dado a vitória para um dos dois lados. Aos 21 minutos, William Pottker encontrou Muriqui sozinho na área, que mesmo de frente para o gol, foi tentar fazer de letra e perdeu uma grande oportunidade para o Avaí. No lance seguinte, o atacante foi sacado pelo técnico Eduardo Barroca.

Aos 34, foi a vez do Atlético-GO perder um gol feito. Jorginho recebeu cara a cara com o goleiro Douglas, mas acabou chutando para fora. Nos minutos finais, porém, os donos da casa foram premiados com o gol da vitória. Aos 46, Marlon Freitas tentou a finalização, mas a bola sobrou para Wellington Rato que mandou um chute forte, sem chances para o goleiro adversário, fechando o placar em 2 a 1.

Os times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da 11ª rodada do Brasileirão. No sábado, o Atlético-GO visita o Fluminense, no Maracanã, às 19h. Na segunda-feira, o Avaí encara o Botafogo, também fora de casa, no Engenhão, às 19h.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 2 X 1 AVAÍ

ATLÉTICO-GO - Ronaldo; Hayner, Edson, Ramon Menezes e Jefferson (Arthur Henrique); Edson Fernando (Baralhas), Marlon Freitas e Jorginho; Airton (Léo Pereira), Churín (Welligton Rato) e Luiz Fernando (Shaylon). Técnico: Jorginho.

AVAÍ - Douglas Friedrich; Kevin, Rodrigo Freitas, Raniele e Diego Matos; Bruno Silva, Jean Cléber (Lucas Ventura) e Eduardo; Muriqui (Rômulo), William Pottker (Dentinho) e Bissoli (Morato). Técnico: Eduardo Barroca.

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Júnior (PR).

GOLS - Baralhas, aos 33, e Bissoli, aos 42 minutos do primeiro tempo. Wellington Rato, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Baralhas (Atlético-GO). Eduardo, Kevin e Diego Matos (Avaí).

CARTÃO VERMELHO - Diego Matos (Avaí).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.