Atlético-GO vence clássico goiano contra Vila Nova

Com o resultado positivo (2 a 1), o time manteve a terceira colocação na Série B do Campeonato Brasileiro

Agencia Estado

26 de setembro de 2009 | 18h53

O Atlético-GO levou a melhor no clássico goiano e derrotou o Vila Nova por 2 a 1, na tarde deste sábado, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Com a vitória, o time manteve a terceira colocação na Série B do Brasileiro, cada vez mais perto de garantir o acesso.

Veja também:

linkGuarani ganha da Ponte no dérbi

linkVasco vence outra e mantém liderança

Brasileirão Série B - tabela Classificação | lista Tabela

especialSÉRIE B - Leia mais sobre a competição

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Com a vitória, o Atlético-GO também manteve o tabu de seis anos sem derrotas para o rival, agora com sete vitórias e seis empates. Assim, chegou aos 47 pontos, atrás apenas do líder Vasco e do Guarani. Já o Vila Nova, com apenas 32 pontos, luta contra o rebaixamento.

O primeiro gol do clássico goiano saiu aos 11 minutos, quando o goleiro Márcio acertou bonita cobrança de falta e abriu o placar para o Atlético-GO. Já no segundo tempo, o zagueiro Antônio Carlos fez 2 a 0, aos 20, e praticamente definiu a vitória.

Mas o Vila Nova ainda mostrou forças para reagir. Aos 34 minutos, Rai invadiu a área pelo lado esquerdo e acabou derrubado por Pituca. Pênalti, que Dida bateu e marcou. Depois disso, o Atlético-GO conseguiu suportar a pressão e garantiu a vitória.

Na 27.ª rodada da Série B, os dois times voltam a jogar na terça-feira. O Atlético-GO visita o ABC, enquanto o Vila Nova recebe o Juventude.

ATLÉTICO-GO 2 X 1 VILA NOVA

Atlético-GO - Márcio; Rafael Cruz, Leandro Amaro, Antônio Carlos e Alysson; Agenor, Leandro Carvalho, Pituca (Wesley) e Anaílson (Elias); Juninho e Marcão (Zulu). Técnico - Mauro Fernandes

Vila Nova - Juninho; Dida, Edson Borges, Leonardo e Osmar (Zé Rodolfo); Otacílio, Claudinho Baiano, Alisson e Ricardinho (Nena); William (Rai) e Alex Dias. Técnico - Zé Roberto

Gols - Márcio, aos 11 minutos do primeiro tempo; Antônio Carlos, aos 20, e Dida (pênalti), aos 34 minutos do segundo tempo

Árbitro - Nielson Nogueira Dias (PE)

Cartões amarelos - Pituca, Otacílio, Leonardo, Ricardinho e Alisson

Renda - R$ 169.585,00

Público - 10.164 pagantes

Local - Estádio Serra Dourada, em Goiânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.