Divulgação
Divulgação

Atlético-GO afunda o Ceará na zona de descenso da Série B

Time goiano faz 3 a 2 em confronto direto contra o rebaixamento

Estadão Conteúdo

29 Agosto 2015 | 18h53

O Atlético Goianiense segue respirando aliviado na Série B. No confronto direto contra o rebaixamento, diante do Ceará, na tarde deste sábado, o time de Goiás venceu por 3 a 2, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. A partida foi válida pela 21.ª rodada.

Com o resultado, o time do técnico Gilberto Pereira subiu para 13ª posição, com 27 pontos. Já o Ceará segue na vice-lanterna, com apenas 17 pontos, mas pode ser ultrapassado, já que o Mogi Mirim, que tem a mesma pontuação, mas está em último, ainda recebe o Bahia às 21 horas.

Os poucos torcedores que compareceram ao Serra Dourada assistiram a um grande primeiro tempo. O Atlético-GO começou melhor e abriu o placar com 14 minutos. Depois de vacilo da defesa do Ceará, o cruzamento de Éder Sciola chegou até o meio da área e Willie completou de cabeça.

O time goiano ainda teve mais uma oportunidade incrível de ampliar, mas perdeu. E acabou castigado por perder o gol. Aos 29 minutos, Júlio César fintou com facilidade Éder Sciola e levantou para a área. Nenhum zagueiro apareceu para afastar e Rafael Costa, sozinho, cabeceou para dentro da baliza.

O Ceará veio com uma nova postura para o segundo tempo. O time goiano ficou acuado e logo aos sete minutos, viu seu adversário virar o placar. Victor Luís invadiu a área pela esquerda e soltou uma bomba, que entrou no canto direito da meta de Márcio.

A alegria do time visitante durou muito pouco. Aos 12 minutos, Baraka empurrou Jorginho dentro da área e o árbitro flagrou o pênalti. Na cobrança, o goleiro Márcio chutou no meio e a bola entrou.

Aos 30 minutos, o árbitro Paulo Henrique Vollkopf precisou ser substituído. Com muitas cãibras, ele deixou o gramado e o quarto árbitro Ozimar Moreira assumiu o comando do jogo. Na primeira falta marcada por ele, o time da casa chegou ao terceiro gol. Aos 33 minutos, Geraldo pegou a sobra da cobrança e, de bicicleta, marcou um golaço.

Pela 22.ª rodada, os dois times voltam a campo na próxima terça-feira. O Atlético-GO visita o Botafogo, no Engenhão, no Rio, às 21h30, e o Ceará atuará no Castelão, em Fortaleza, contra o Paysandu, às 19 horas.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO 3 X 2 CEARÁ

ATLÉTICO-GO - Márcio; Éder Sciola, Rafael, Samuel e Danilo Tarracha; Feijão (Juninho), Pedro Bambu, Willie (Geraldo) e Jorginho; Arthur e Wevérton Gomes (Washington). Técnico: Gilberto Pereira.

CEARÁ - Luís Carlos; Guilherme Andrade, Sandro, Thiago Carvalho e Victor Luís; Baraka, João Marcos (Carlão) e Wescley (Siloé); Júlio César, Rafael Costa e Alex Amado (Mazola). Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS - Willie, aos 14 e Rafael Costa, aos 29 minutos do primeiro tempo. Victor Luís, aos sete e Márcio, de pênalti, aos 12 e Geraldo, aos 33 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)

CARTÕES AMARELOS - Arthur e Geraldo (Atlético-GO); Guilherme Andrade, Carlão, Siloé, Wescley, João Marcos, Sandro e Baraka (Ceará).

RENDA - R$ 35.270,00

PÚBLICO - 2.226 pagantes

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.