Alan Deyvid-ACG
Alan Deyvid-ACG

Atlético-GO vence Juventude e sai da zona de rebaixamento do Brasileirão

Equipe goiana sobe cinco posições na tabela e ocupa a 12ª colocação, com 16 pontos; gaúchos ocupam a lanterna da competição, com 10 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

19 de junho de 2022 | 21h15

Em um duelo de dois tempos distintos neste domingo, com uma mudança de trajetória no começo do segundo tempo em razão de uma expulsão, o Atlético-GO venceu o Juventude por 3 a 1, de virada, no Antônio Accioly. Além de ter saído da zona de rebaixamento, o time goiano contou tropeços de outros clubes na 13ª rodada do Brasileirão para disparar na tabela de classificação.

Com o resultado, o time do técnico Jorginho Campos subiu cinco posições na tabela ao chegar aos 16 pontos e agora aparece em 12.º lugar. Já o Juventude, perdeu a quarta partida seguida e agora amarga a lanterna com dez pontos, já que foi ultrapassado pelo Fortaleza, que venceu o América-MG, por 1 a 0, também nesta noite. 

O Atlético-GO começou fazendo jus ao fator casa e dominando as jogadas ofensivas nos primeiros minutos, porém, o Juventude sabia marcar bem. Em um contra-ataque rápido, o time gaúcho abriu o placar aos 22 minutos. Rodrigo Soares pegou a sobra de um cruzamento de Capixaba e de dentro da área, finalizou com categoria para o fundo das redes.

Os donos da casa tiveram a chance de empatar aos 35 minutos, quando Hayner foi derrubado na área e depois de analisar o VAR, o árbitro Marcelo de Lima Henrique (RJ) marcou pênalti. Marlon Freitas foi para a cobrança, mas César fez uma grande defesa, salvando o Juventude.  

Na volta do intervalo, o panorama do jogo mudou. Logo aos cinco minutos, William Matheus fez uma falta dura e acabou expulso, deixando o Juventude em desvantagem numérica. Com um a mais, o Atlético-GO ganhou espaço e após muita pressão, conseguiu chegar ao empate. Aos 13 minutos, Marlon Freitas cruzou na medida para Airton, que só teve o trabalho de mandar o gol. Aos 17 minutos, depois de uma boa jogada pela esquerda, Welligton Rato recebeu na área e tirou do goleiro César, que nada pode fazer. Virada do Dragão. 

Aos 30 minutos, o Atlético-GO quase fez o terceiro. Marlon Freitas aproveitou um cruzamento e mandou a bola no travessão. Na parte final do jogo, o Juventude até tentou reagir, mas sem forças por ter um a menos, acabou dando espaços para os contra-golpes do time goiano. Aos 40 minutos, Airton foi bem pelo lado esquerdo e tocou para Léo Pereira só mandar para as redes, fechando o placar em 3 a 1.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo (26), às 18h, pela 14.ª rodada do Brasileirão. No estádio do Morumbi, o Juventude visita o São Paulo. No Nordeste, o Atlético-GO encara o Ceará, na Arena Castelão. 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 3 X 1 JUVENTUDE

ATLÉTICO-GO - Ronaldo; Hayner, Edson, Ramon Menezes e Jefferson; Baralhas (Edson Fernando), Marlon Freitas (Gabriel Noga) e Jorginho; Welligton Rato, Churín (Léo Pereira) e Luiz Fernando (Airton). Técnico: Jorginho Campos.

JUVENTUDE - César; Rodrigo Soares, Thalisson Kelven, Rafael Foster e William Matheus; Jean (Elton), Jadson (Darlan) e Chico (Guilherme Paredes); Óscar Ruiz (Paulo Henrique), Ricardo Bueno e Capixaba (Paulinho Moccelin). Técnico: Eduardo Baptista.

GOLS - Rodrigo Soares, aos 22 minutos do primeiro tempo. Airton, aos 13, Welligton Rato, aos 17, e Léo Pereira, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO- Marcelo de Lima Henrique (RJ).

CARTÕES AMARELOS- Hayner e Baralhas (Atlético-GO).  César, Ricardo Bueno e Capixaba (Juventude).

CARTÃO VERMELHO - William Matheus (Juventude).

RENDA- R$ 35.425,00

PÚBLICO - 3.533 pagantes (4.524 total)

LOCAL - Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.