Divulgação/ Atlético Clube Goianiense
Divulgação/ Atlético Clube Goianiense

Atlético-GO visita o Ceará para se afastar da zona de rebaixamento

Equipe goianiense vem dois jogos sem vencer e sem marcar gols

Redação, Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2020 | 15h42

O Atlético Goianiense terá força máxima para encarar o Ceará neste sábado, às 21h, na Arena Castelão, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Marcelo Cabo poderá escalar o time com o que tem de melhor. A principal novidade é o volante Marlon Freitas, recuperado de uma lesão no tornozelo.

Com o retorno de Marlon Freitas, Matheus Vargas deverá ficar como opção no banco de reservas. O jogador, no entanto, ainda briga por posição com Gustavo Ferrareis, ao lado de Janderson e Zé Roberto. A outra dúvida do treinador é na defesa, entre João Victor, favorito a iniciar o duelo, e Gilvan.

Contra o Ceará, o clube goiano quer tirar força de seu desempenho como mandante para buscar a reabilitação. A campanha construída fora de casa é melhor do que quando atua em Goiânia. Foram: 12 jogos, com quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas, totalizando 16 pontos conquistados.

"Dentro de casa a gente produz muito, mas, infelizmente, os resultados não estão vindo. Na minha visão nós estamos jogando bem dentro de casa, mas temos falhado em alguns momentos. Temos que voltar a vencer e sabemos que somos muito fortes fora de casa, então é tentar conquistar os três pontos longe de Goiânia", disse Chico.

A situação do Atlético já é preocupante. O time goiano vem de derrota, por 1 a 0, para o lanterna e arquirrival Goiás. O resultado deixou o time na 15ª posição, com 28 pontos. Na zona de rebaixamento, o Vasco tem 24.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.