Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Atlético lamenta má pontaria e projeta evolução após empate na estreia no Mineiro

Na próxima rodada, técnico pretende escalar time titular no Independência

Estadão Conteúdo

19 Janeiro 2018 | 09h46

O Atlético Mineiro não começou bem a primeira competição oficial em 2018. Na noite de quinta-feira, com um time formado basicamente por reservas, o time teve uma atuação irregular, pecou nas finalizações e não conseguiu sair do 0 a 0 diante do Boa, em Varginha, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro. O goleiro Victor, único titular escalado por Oswaldo de Oliveira, lamentou as chances desperdiçadas e projetou evolução do time na sequência da temporada.

+ Paulo Paixão critica calendário e vê Atlético-MG pronto a partir do sétimo jogo

+ Ex-Atlético-MG, Cárdenas se afasta da LDU para cuidar de filha com leucemia

"Acho que a equipe correu bem, teve superioridade física sobre o adversário, se impôs. O adversário também jogou fechado, tentando buscar o contra-ataque, mas a gente não proporcionou isso para eles. Infelizmente, a bola não entrou, mas a gente teve chance, criou. Temos que buscar evoluir a cada jogo porque é um início de trabalho e a gente sabe a importância de evoluir a cada compromisso", comentou.

O zagueiro Matheus Mancini teve avaliação parecida, mas também reconheceu que a equipe precisa caprichar mais na pontaria para conquistar as vitórias. "Sabíamos da dificuldade do jogo por ser a primeira partida, poucos dias de preparação, mas acho que a equipe se portou bem e, nas próximas partidas, a gente tem que caprichar para, quando aparecerem as chances, matar o jogo. Foi um jogo bom, criamos, não sofremos pressão, conseguimos manter o jogo no campo de ataque e acho que foi um jogo positivo do nosso time", analisou.

A decisão de escalar uma formação reserva afetou a rotina de Oswaldo. Como os titulares permaneceram em Belo Horizonte, o treinador comandou treinamento no período da manhã na Cidade do Galo, só depois seguindo para Varginha. "Tinha que começar com um time mais jovem, melhor condicionado, mas não podia deixar de dar atenção à equipe que está lá (em Belo Horizonte). Fiz o treinamento pela manhã, vim e retorno pela manhã", afirmou.

O Atlético voltará a jogar no domingo, quando receberá, no Independência, o Democrata de Governador Valadares pela segunda rodada do Campeonato Mineiro. Oswaldo vai utilizar a força máxima nesse compromisso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.