José Sena Goulão / EFE
José Sena Goulão / EFE

Atlético Madrid oferece 126 milhões de euros (R$ 553 milhões) por João Félix

Revelação do Benfica é apontada pela imprensa europeia como substituto de Griezmann

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2019 | 08h50

O Atlético de Madrid ofereceu 126 milhões de euros (R$ 553 milhões) pelo português João Félix, meio-campo do Benfica, anunciou nesta quarta-feira o time de Lisboa. A oferta supera os 120 milhões (R$ 527 milhões) de euros previstos na cláusula do jogador de 19 anos, diz o clube campeão de Portugal no comunicado.

A imprensa esportiva portuguesa tem dado como certo nas últimas semanas a transferência de João Félix à equipe comandada por Diego Simeone. Se a contratação for concretizada, a transferência entraria no 'Top 5' das mais caras do futebol.

Seria o novo recorde de contratação mais cara da história do Atlético, o do francês Thomas Lemar (72 milhões de euros (R$ 316 milhões) em 2018) e o da melhor venda realizada por um clube português.

João Félix se tornaria também o jogador português mais caro da história, já que a quantia anunciada pelo Benfica é superior em 21 milhões de euros (R$ 92 milhões) aos 105 milhões (R$ 461 milhões) que a Juventus pagou para contratar Cristiano Ronaldo há um ano.

O Atlético de Madrid está à procura de um herdeiro para sua estrela francesa Antoine Griezmann, autor de 133 gols em cinco temporadas e que já anunciou sua saída do clube ao término da temporada recém encerrada.

Segundo a imprensa, Griezmann estaria perto de assinar com o Barcelona, algo que o conselheiro delegado do Atlético, Miguel Ángel Gil Marín, deu como certo há apenas alguns dias.

João Félix chegou à equipe principal do Benfica há um ano e, com 20 gols e 11 assistências em 43 partidas, atraiu rapidamente a atenção dos clubes europeus mais importantes. A imprensa especulou durante muito tempo sobre um grande interesse do Manchester City de Josep Guardiola.

No início de junho ele brilhou com a seleção de Portugal, acompanhando Cristiano Ronaldo no ataque contra a Suíça (3-1), na Liga das Nações que os portugueses conquistaram diante de sua torcida. /Com informações da AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.